Televisão

Queria estar bem à vontade, diz Paulo Ricardo sobre semifinal do Show dos Famosos

Veja quem serão os homenageados da semifinal da competição neste domingo

Silvero Pereira, Helga Nemeczyk, Paulo Ricardo e Sandra de Sá, os integrantes do Grupo 2 do 'Show dos Famosos'
Silvero Pereira, Helga Nemeczyk, Paulo Ricardo e Sandra de Sá, os integrantes do Grupo 2 do 'Show dos Famosos' - Divulgação
 
São Paulo

O cantor Paulo Ricardo, 55, afirmou que vai homenagear uma de suas maiores influências na semifinal do Show dos Famosos, que será exibida no próximo domingo (1º) na Globo. Ao longo da competição, ele diz ter feito mudanças nas escolhas dos artistas que interpretou e que priorizou escolhas mais seguras.

"Queria estar bem à vontade com as minhas escolhas nessa reta final. A maior pressão vem de mim mesmo, pois, por mais que já tenha toda uma trajetória consolidada como cantor, a dança e o gestual, por exemplo, são coisas novas para mim."

Paulo Ricardo não revelou quem interpretará no quadro, apresentado por Fausto Silva no Domingão do Faustão. Segundo a Globo, os artistas que serão representados neste domingo são Cher, Gilberto Gil, Beyoncé e John Lennon.

Mesmo sendo a semifinal, os ensaios seguem o ritmo normal, segundo o cantor, que elegeu entre suas performances favoritas no quadro Beth Carvalho ("pela experiência divertidíssima de me transformar em mulher pela primeira vez") e Frank Sinatra (pela canção que eu amo, “I've Got You Under My Skin”).

Sem experiência como cantor, o ator e diretor Silvero Pereira, 35, diz se sentir mais confiante na disputa da semifinal. "Isso é decorrente do aprendizado que fui absorvendo e aperfeiçoando a cada apresentação. Posso dizer que, hoje, entro para ensaiar mais consciente dos passos a serem dados."

Silvero afirmou ainda esperar que seu desempenho nos musicais sirva para futuros competidores na mesma situação. "Mesmo sem ser cantor, cresci na competição por meio da minha dedicação e vontade de acertar."

A escolha dos seus homenageados no quadro foi guiada por questões sociais, afirma Silvero. "Mais do que um número dançado e cantado, eu queria oferecer discursos contra preconceito social, racial, sexual, enfim, questionar sobre sociedade e afetividade."

Para a semifinal, ele afirma ter escolhido um artista cuja letra e atitudes têm "uma subjetividade política, embora festiva e criativa".

Entre suas performances passadas, o ator afirmou que o vocalista Steven Tyler foi "a que mais me fez sentir desafiado e realizado".

 Os dois competem ainda com a atriz Helga Nemeczyk, 37. Ela firmou que o número que apresentará neste domingo "exige muito corporalmente" e que ensaia bastante. "Existe pressão por todos os lados. Todo nosso grupo é muito forte", afirmou.

Entre suas performances favoritas, ela cita o Luciano Pavarotti e a Janis Joplin.

A última integrante do grupo 2 é a cantora Sandra de Sá, 62. Ela diz que se transformar em outro cantor "é um exercício bem bacana e forte".

"Às vezes, estava lá nos ensaios da Tina Turner, por exemplo, e, de repente, “pintava” a Sandra em mim, sem mais nem menos", conta. "Eu tinha que falar 'xô, Sandra!'"​

A cantora conta que a escolha dos artistas homenageados não teve mistério. "Fiz uma lista de pessoas que acho incríveis e mandei para lá", diz, sem eleger uma apresentação favorita. 

Só teve uma questão: "Não uso muito salto alto, e só depois me dei conta de que a maioria dos artistas que escolhi usa salto." 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias