Televisão

Datena quer deixar 'Brasil Urgente' para apresentar programa aos domingos na Band

Saída do apresentador do programa policial pegou direção da emissora de surpresa

José Luiz Datena em foto de Divulgação
José Luiz Datena anuncia novo programa na Band - Divulgação/Flickr

Sidney Gonçalves do Carmo
São Paulo

O apresentador do “Brasil Urgente”, José Luiz Datena, 60, afirmou nesta terça-feira (27) que quer deixar o comando do programa policial para dedicar apenas a seu mais novo projeto na Band: uma atração aos domingos, seu grande sonho. 

"Pensei que a minha carreira na televisão tinha virado prisão perpétua. Que nunca mais ia sair desse programa. Achei que ia terminar falando da última bala. Não só eu, mas muita gente imagina que a última notícia seria o Datenão falando: 'Vixe, acabou'. Mas a família Saad resolveu me conceder alvará de soltura e quem vai ficar no meu lugar é o meu filho", disse Datena, durante a apresentação da nova programação da Band em São Paulo. 

O jornalista afirmou que ainda que estava muito feliz em ter encerrado sua carreira em programas policiais e ter dito essa oportunidade de apresentar um programa dominical. "Vai ser apresentado com maior prazer. Mas, principalmente pelo fato de não aguentar falar mais das coisas que eu falo porque são necessárias para o Brasil. Se vocês soubessem, pudessem analisar o meu interior e ver a felicidade que estou de sair desse programa de polícia."

O apresentador disse ainda que se preparou a vida inteira para fazer um programa como esse aos domingos. Sem muitos detalhes, a Band apresentou o novo programa de Datena, "Agora é com Datena", como uma atração em busca de novos talentos musicais. A previsão de estreia é para 1° de abril.

 
Datena disse ainda que não sabe se o programa dará certo ou não, mas pelo menos ele será apresentado com o maior prazer. "Não sou campeão brasileiro de popularidade. Não faço média com ninguém. Mas, alguma coisa eu tenho que ter de bom. Vou fazer o possível para mostrar um lado meu do início da minha carreira."

O apresentador lembrou que iniciou sua carreira na televisão ao lado do jornalista Márcio Canuto no "Esporte Espetacular" e geralmente fazia reportagens mais leves na Globo, como Carnaval. "Era o palhaço que tinha na televisão com o Canuto. [...] Vim para São Paulo trazido pelo Boni. Tive uma carreira legal na Globo fazendo a antítese do que faço hoje. Fazia humor e, depois disso, fazia humor na Band. As pessoas nem lembram que fazia matérias bem-humoradas."

A informação de que Datena deixaria o programa tinha sido antecipada pela coluna Zapping, assinada por Fefito e publicada diariamente no jornal "Agora" e no "F5". Porém, o anúncio de Datena pegou a direção da emissora de surpresa.

De acordo com Guillermo Pendino, diretor artístico da Band, não houve ainda nenhuma conversa com o apresentador para que ele deixe o "Brasil Urgente". A intenção da emissora é que Datena continue durante a semana no comando do programa policial e, aos domingos, comande uma nova atração. 

"É um desejo talvez dele para se dedicar ao novo programa. Estamos trabalhando de um jeito com que ele possa fazer as duas coisas. É muito cedo para ter uma posição sobre esse assunto. Ele colocou um desejo que ele não falou com a gente. Mas, não há nenhum problema", disse Pendino. 

Datena afirmou ainda que seu filho, Joel Datena, é quem assumirá o comando do "Brasil Urgente" com a sua saída. "Meu filho está preparado para fazer o programa. Quem teve a ideia foi Rosana Saad [diretora de relações públicas da Band]. Ele ficará no meu lugar praticamente encerrando a minha carreira. [...] Avisei o cara: 'Você vai se ferar'. Ele quer topar, então o problema é totalmente dele." O filho do apresentador já comanda, em algumas oportunidades, a atração aos sábados. 

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem