Música

Grupo de k-pop viraliza na web cantando música de Gusttavo Lima

Elas cantaram em português a canção 'Café e Amor'

Grupo de k-pop Stayc
Grupo de k-pop Stayc - Instagram - Stayc
São Paulo

O grupo feminino de k-pop StayC surpreendeu os fãs brasileiros, nesta quinta (15), ao cantar a música “Café e Amor”, de Gusttavo Lima, no quadro World Wide Cover, produzido pelo canal 1theK.

No vídeo, que viralizou nas redes sociais, as integrantes do grupo, Yoon e Sieun, aparecem cantando a música em português. Na apresentação, o grupo cantou "Together", de Sia, "Levitating", de Dua Lipa, e "Treat you Better", de Shawn Mendes.

StayC é um sexteto formado por Sieun, Seeun, Sumin, J, Isa e Yoon. Ele é o primeiro grupo criado pela agência High Up Entertainment e lançado no final de 2020.

Em fevereiro, o Spotify excluiu de seu catálogo todas as canções de K-pop da KakaoM —uma das maiores empresas distribuidoras de música da Coreia do Sul — o que deixou milhões de fãs do gênero musical indignados.

De acordo com o portal Kpop Chart, o problema começou quando o Spotify foi lançado na Coreia do Sul, no dia 1º de fevereiro. A gravadora KakaoM, que também é proprietária da plataforma de streaming de música Melon, retirou a licença de suas canções da plataforma sueca, para que elas ficassem disponíveis apenas em seu próprio streaming.

Um funcionário da KakaoM informou ao The Korea Herald que a disputa entre as duas empresas segue sem solução. "No momento, ainda estamos em discussão com o Spotify para oferecer nossa música em sua plataforma". Revoltados com a decisão, fãs do gênero musical em todo o mundo estão realizando protestos contra KakaoM e Spotify.

Em nota enviada ao F5, o Spotify confirmou que, devido ao vencimento da licença, "a partir de 1º de março de 2021, o catálogo da KakaoM não estará mais di sponível" para os ouvintes da plataforma sueca. Eles afimaram ainda que tentaram renovar o acordo de licenciamento global junto a KakaoM, sem sucesso.

O Spotify lamenta e espera que a interrupção seja temporária e que o assunto possa ser resolvido em breve. "Continuamos comprometidos em trabalhar com detentores de direitos locais, incluindo a KakaoM, para ajudar a expandir o mercado musical coreano e o ecossistema de streaming em geral", diz trecho final da nota, que pode ser lida na íntegra no final desta reportagem.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem