Música

Fã de Power Couple, Mr. Catra diz que vai colocar todos os filhos para votar em Créu

Reality de casais é apresentado por Gugu e transmitido na Record

Mr. Catra com sua família
Mr. Catra com sua família - Divulgação

São Paulo

Fã de Power Couple Brasil, reality de casais apresentado por Gugu Liberato na Record, o cantor Mr. Catra, 49, já tem um candidato favorito: o amigo e funkeiro Créu. 

O reality é uma competição entre casais em que pelo menos um dos integrantes é uma celebridade (ou sub). Além de Creu e Lilian, mais dez casais foram confinados numa mansão. A cada semana, uma dupla é eliminada. O casal vencedor pode acumular R$ 1 milhão em prêmios.

"Estou vendo o programa Power Couple e estou muito feliz com a participação do meu amigo Créu e sua esposa Lilian. Eles são merecedores de ganhar esse jogo. Tem um jogo limpo, tratam todos da casa de forma igual e a animação do Créu e única! Vou colocar todos os meus filhos para votarem", disse o cantor. 

Polígamos e pai de 33 filhos, o funkeiro até que gostaria de participar do programa. "Cheguei até a pensar na possibilidade de participar. Só não iria por não ser um casal como os outros participantes, pois teria que ser eu minhas três esposas", afirmou.

CÂNCER

 Em tratamento contra um câncer no estômago, o cantor Mr. Catra desmentiu recentemente o boato de que estaria com a saúde debilitada. 

 

"Meu tratamento está indo de vento em poupa, e se tudo continuar indo assim, em breve estarei curado. Tudo graças a Deus, aos médicos e as orações que estou recebendo. Espero poder viver o suficiente para fazer o que mais amo nesse mundo, que é cantar e deixar todos os meus filhos muito bem encaminhados", escreveu o funkeiro em publicação feita no seu Instagram. 

Na imagem, o músico mostrou uma captura de tela da notícia que ele garante não ser verdadeira. "Uma notícia falsa desta, preocupa desnecessariamente toda família", disse. 

Catra revelou a doença em dezembro do ano passado. Segundo ele, o tumor foi descoberto no início de 2017. Na época, após ser internado às pressas, o cantor afirmou que não sente muitos efeitos colaterais do tratamento. "Deus foi tão bom comigo que a única vez que eu me senti mal foi nessa internação. Se eu falar que eu senti dor em algum momento, é mentira."

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem