Tony Goes

A Fazenda 12: Com a saída de Raissa Barbosa, programa pode mudar nome para A Floricultura

'Eliminight' ainda teve fogos de artifício celebrando a permanência de Mariano

Raissa Barbosa
Raissa Barbosa - Reprodução

A passagem de Raissa Barbosa por A Fazenda 12 vai entrar para a história dos reality shows. Não é a primeira vez que alguém com problemas psicológicos participa de um programa do gênero. Mas, até agora, ninguém havia se exposto tanto como a modelo, a ponto de sua escalação merecer ser questionada.

A Record sabia que Raissa sofre de transtorno borderline? Raissa tinha consciência do que iria passar lá dentro? É justo transformar uma fragilidade pessoal em entretenimento para as massas?

A vice-Miss Bumbum de 2017 até que se deu bem. Depois de um começo bastante acidentado, ela resistiu bravamente às tentativas de seus concorrentes de desestabilizá-la, e se firmou como uma peoa de respeito. Raissa sai no lucro: deixa A Fazenda 12 muito mais famosa do que entrou, e com a simpatia de uma boa parte do público.

Infelizmente, só de uma parte. A votação desta quinta (26) confirmou o que já apontava a enquete do F5. Raissa recebeu apenas 25,58% dos votos do público, bem abaixo de seus companheiros de roça. Mais uma vez, os espectadores preferiram expulsar quem mais agitava o jogo.

“A Fazenda está virando A Floricultura”, comentou uma internauta no Twitter. É um risco real. Dos nove candidatos ainda na competição, só três não se encaixam na categoria “samambaia”: Biel, Jojo e, em menor escala, Lidi. Não por acaso, os três que as pesquisas indicam como favoritos ao prêmio final.

Mas samambaias são ornamentais, e muita gente gosta de olhar para elas. Isto explica a popularidade do belo Mariano, que foi brindado com fogos de artifício ao ter sua permanência anunciada. Quem soltou? Mion ficou embasbacado e jurou que a produção não tinha nada a ver com aquilo. Mas tem, um pouco, sim: a segurança no entorno da sede em Itapecerica precisa ser reforçada. Depois do caminhão de som e do helicóptero, esta foi a terceira interferência externa grave de um fandom nesta temporada.

Os fogos para Mariano desanimaram alguns peões, que agora acreditam que ele é o mais querido pelo público. O clima precoce de "já ganhou" pode prejudicar o engajamento nas próximas provas, e este é mais um abacaxi que a Record vai ter que descascar.

Faltam três semanas. O ritmo das eliminações vai se acelerar, porque só quatro jogadores chegarão à noite de 17 de dezembro, a última do programa. Tomara que nenhum desses quatro faça parte do reino vegetal.

Tony Goes

Tony Goes tem 60 anos. Nasceu no Rio de Janeiro, mas vive em São Paulo desde pequeno. Já escreveu para várias séries de humor e programas de variedades, além de alguns longas-metragens. E atualiza diariamente o blog que leva seu nome: tonygoes.com.br

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem