Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Zapping - Cristina Padiglione

Viúva de Domingos Montagner diz que biografia a ajudou com o luto

'Eu o trouxe mais completo para dentro de mim', afirma Luciana Lima

O ator Domingos Montagner e sua mulher, Luciana Lima, na pré-estreia do filme 'A Grande Vitória', em maio de 2014 - Folhapress
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Campinas

Lançada recentemente pela editora Máquina de Livros, a biografia de Domingos Montagner reúne entrevistas com 80 pessoas, entre familiares e parentes, amigos, artistas e parceiros de todas as fases de vida do ator. Levado pela correnteza do rio São Francisco no intervalo das gravações da novela "Velho Chico", em 15 de setembro de 2016, ele deixou a esposa e três filhos.

Luciana Lima, viúva de Montagner, contou que remexer nas memórias do marido para o livro "Domingos Montagner – O espetáculo Não Para", de Oswaldo Carvalho, a ajudou em seu processo de cura. Por muito tempo, a produtora da companhia La Mínima deixou de encarar imagens e outras lembranças do ator.

"Foi um processo, para o meu luto, particularmente, curador, porque eu o trouxe mais completo para dentro de mim", revelou em entrevista ao Gshow, site de entretenimento da Globo. Em contato com imagens do acervo pessoal de Montagner e memórias escondidas pela dor, ela revisitou histórias do artista, com quem viveu por 17 anos, e teve Leo, 18, Antonio, 15, e Dante, 11.

No comando da La Mínimia, companhia de teatro fundada por Montagner e Fernando Sampaio há 25 anos, Luciana também faz parte da trupe do Circo Zanni, à qual Montagner também pertenceu. É como artista circense que ela busca se reinventar.

"O ao vivo, o contato com o público me motiva. O picadeiro está começando a me chamar... Agora é um foco encarar como um novo ofício, então é muito estudo, aulas de diversas habilidades, o que tem me deixando feliz e motivada. Começar aos 48 anos dá um friozinho na barriga muito particular. Traz um rejuvenescer muito gostoso", conta.

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem