Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Zapping - Cristina Padiglione

Próxima novela das nove: Glória Perez resgata parceria com Mauro Mendonça Filho

Confira 5 rompimentos entre autores e diretores nos bastidores de suas novelas

Mauro Mendonça Filho e Glória Perez
O diretor Mauro Mendonça Filho e a autora Glória Perez celebram retomada de parceria na novela 'Travessia' - @GloriaPerez no Instagram
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Autora escalada para ocupar a faixa nobre da Globo a partir de outubro, com a novela "Travessia", Glória Perez comemorou em seu perfil no Instagram a volta da parceria com Mauro Mendonça Filho na direção artística. Os dois trabalharam juntos na minissérie "Dupla Identidade", um bom trabalho e que só não teve 2ª temporada por absoluta falta de planejamento da Globo à época

"A Força do Querer", último folhetim da autora, em 2017, foi dirigido por Rogério Gomes, o Papinha, que está de saída da Globo após 42 anos. Ele deixa a emissora no meio da novela "Pantanal", como efeito de uma discussão com o chefe Ricardo Waddington, diretor de Entretenimento da Globo.

O click de Glória e Maurinho, como o diretor é conhecido (até para se diferenciar do pai, Mauro Mendonça) foi feito nos corredores da Globo. A escalação de elenco segue em caráter de urgência para que a novela entre em produção já em junho. Por enquanto, a lista conta com Giovanna Antonelli e Alexandre Nero, que irão reviver seus personagens de "Salve Jorge" (2012), Helô e Stênio. Rômulo Estrela também é nome certo.

Juliana Paiva e Mônica Martelli estão na mira da escritora. E como os autores hoje já não têm tantos atores a disposição da emissora, as negociações com cada ator pedem mais antecedência.

"Travessia" vai tratar do impacto da tecnologia na vida das pessoas, o que incluirá abordagem sobre fake news.

PARES DESFEITOS

Mauro Mendonça Filho teve três boas parcerias com Walcyr Carrasco, mas os dois romperam. Glória também já se desentendeu com um diretor no passado, e a novela mudou de comando em pleno andamento.

As parcerias entre autores e diretores eram até mais frequentes antigamente. Walther Negrão e Aguinaldo Silva gostavam de entregar suas novelas a Paulo Ubiratan, que morreu em 1998. Gilberto Braga desenvolveu longa dupla com Dennis Carvalho, desde "Vale Tudo" até "Babilônia". Benedito Ruy Barbosa se dava muito bem com Luiz Fernando Carvalho, que fez dele "Renascer", "O Rei do Gado", "Meu Pedacinho de Chão" e "Velho Chico".

Walter Avancini teve uma jornada bem-sucedida com Walter George Durst, com quem fez "Gabriela" e "Grande Sertão: Veredas", duas adaptações de peso para a TV. Silvio de Abreu teve uma longa parceria com Jorge Fernando na implementação da linguagem de comédia dentro do melodrama, desde "Guerra dos Sexos" até as novelas das nove do autor, mais dramáticas.

Confira abaixo alguns rachas entre autor e diretor de novelas.

  • Glória Perez se deu muito bem com Jayme Monjardim em "O Clone", mas os dois se desentenderam em "América" e ela pediu a troca de comando da história. A Globo atendeu.
  • Monjardim também foi alvo de discórdias de Benedito Ruy Barbosa durante "Pantanal", segundo relatou o autor em mais de uma ocasião, mas os dois retomaram a parceria em "Terra Nostra", na Globo. Barbosa, no entanto, resolveu resgatar a parceria com Carvalho, com quem tinha trabalhado em "Renascer", a partir da novela seguinte.
  • Monjardim também ganhou críticas de Lauro César Muniz ao longo da minissérie "Chiquinha Gonzaga", na Globo. Em compensação, o diretor é muito celebrado por outros autores, tendo trabalhado bem com Lícia Manzo e, em mais de uma novela, inclusive na minissérie sobre sua mãe, Maysa, com Manoel Carlos.
  • Preferido de Aguinaldo Silva para dirigir "O Sétimo Guardião", Rogério Gomes teve ótimas parcerias com o autor, inclusive em "Império", mas a convivência entre eles não acabou bem após esta última novela do autor na Globo.
  • A boa convivência entre Walcyr Carrasco e Mauro Mendonça Filho durou ao longo de "Amor à Vida" e "Verdades Secretas", mas não resistiu ao fim de "O Outro Lado do Paraíso". Amora Mautner assumiu dupla com o autor a partir de "A Dona do Pedaço" e dirigiu também "Verdades Secretas 2".

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem