Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Zapping - Cristina Padiglione
Descrição de chapéu pantanal

'América' chega ao Globoplay 17 anos após estrear na TV

No ar em 'Pantanal', Caco Ciocler relembra Ed, namorado de fachada de Sol (Deborah Secco)

Sol (Deborah Secco) entrega seu filho a Ed (Caco Ciocler) - Globo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Campinas

No ar em "Pantanal", Caco Ciocler, 50, volta a 2005 pelo Globoplay, onde a novela "América" chega nesta segunda-feira (25). Na trama de Gloria Perez, o ator dá vida a Ed, homem sensível que ama literatura, jazz e música clássica. Ele começa um namoro de fachada com Sol (Deborah Secco), por quem acaba se apaixonando.

"O Ed é um personagem muito bonito, que foge daquele tradicional arquétipo masculino, pois é cerebral, mas, ao mesmo tempo, de uma sensibilidade absurda. Costumo dizer que o Ed foi uma aposta que caiu nas graças do público naquela época", comenta Caco.

Com o apoio dos telespectadores ao romantismo de Ed, o personagem consagrou o trabalho do ator, que atualmente interpreta o psicólogo Gustavo em "Pantanal". "'América' é um marco na minha carreira. Rever esse trabalho tanto tempo depois é uma alegria!", celebra Ciocler.

A história também marcou o trabalho de Deborah Secco, 42, como atriz. Ela interpreta Sol, jovem humilde que sonha em viver nos Estados Unidos e melhorar de vida. A personagem se apaixona por Tião (Murilo Benício), rapaz do interior que deseja ser campeão de rodeios e construir uma casa para a família. O amor dos dois estremece quando Sol abre mão do relacionamento para ir para a América.

"Eu tive grandes encontros nessa novela, pessoas que trouxe para a minha vida. Camila Morgado, Caco Ciocler, Murilo Benício, Cris Viana, Eva Todor, atriz maravilhosa, mas que já nos deixou, além de vários outros... Fiz grandes amigos", conta a atriz.

Exibida em 2005, "América" tem autoria de Gloria Perez e direção de Jayme Monjardim, Marcos Schechtman, Luciano Sabino, Marcelo Travesso, Teresa Lampreia, Federico Bonani e Carlo Milani.

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem