Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Zapping - Cristina Padiglione

Confira o novo visual de Antônio Fagundes para viver D. João 6º

Ator será rei de Portugal em série de Luiz Fernando Carvalho para o bicentenário da Independência

Alberto (Antonio Fagundes), da novela "Bom Sucesso" (Globo, 2019)
Antônio Fagundes ainda nos tempos da novela 'Bom Sucesso' (Globo, 2019) - Raquel Cunha/TVGlobo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Ainda cercada de suspense em torno das caracterizações compostas por figurino e maquiagem do elenco, a série que Luiz Fernando Carvalho prepara para celebrar o bicentenário da Independência do Brasil, em setembro próximo, vai, aos poucos, revelando alguns detalhes.

As gravações já estão em andamento, com produção da Academia de Filmes, em São Paulo, onde o ex-diretor da Globo ("Renascer", "O Rei do Gado", "Hoje é Dia de Maria", "Capitu", "Dois Irmãos" e "Velho Chico", entre outras obras assinadas por ele) instalou seu galpão de preparação de atores e filmagens. A exibição está prevista para setembro, na TV Cultura.

Antônio Fagundes, que viverá D. João 6º na produção, como antecipou esta coluna, tem aparecido em vídeos publicados em seu perfil no Instagram com um belo par de suíças, barba crescida apenas nas laterais do rosto, como mandam as imagens reais do monarca.

Antônio Fagundes na biblioteca de sua casa
Antônio Fagundes será D. João 6º em série de Luiz Fernando Carvalho na TV Cultura, em celebração ao bicentenário da Independência do Brasil - @antoniofagundes no Instagram

​D. João 6º foi personagem interpretado na dramaturgia brasileira por André Mattos, na minissérie "O Quinto dos Infernos" (2002), de Carlos Lombardi, e Léo Jaime, na novela "Novo Mundo" (2017), de Alessandro Marson e Thereza Falcão.

Fagundes traz outra leitura para esta figura, assim como a série, ainda sem título definitivo, promete apresentar um novo olhar sobre o contexto da Independência, com o olhar do colonizado e escravizado, indígenas e negros, e não do ponto de vista do colonizador.

Carlota Joaquina, mulher de D. João 6º, será Ilana Kaplan, atriz contemplada com o Prêmio Shell (entre outros ao longo da carreira) pela peça "Baixa Terapia", onde contracena com Fagundes. O espetáculo foi suspenso durante a pandemia e deve chegar ao Rio neste ano.

Kaplan foi também um dos hits de humor útil durante a pandemia ao viralizar no Instagram com Keila Mellman, decoradora com dicas de etiqueta no mundo virtual, com o bordão "É de bom tom?".

Filhos do casal real, os príncipes D. Pedro 1º e D. Miguel são interpretados por Daniel de Oliveira e Gabriel Leone, respectivamente.

O figurino está a cargo do estilista Alexandre Herchcovitch.

Outro nome do elenco é Cássio Scapin, ator que volta à TV Cultura 28 anos após ter interpretado, na mesma emissora, o adorável Nino de "Castelo Rá-Tim-Bum".

O próprio Fagundes tem antiga familiaridade com a Cultura, onde trabalhou pela última vez há 30 anos, no seriado "O Mundo da Lua". Antes disso, apresentou programas como "É Proibido Colar" (1981-1984), divertido game show com estudantes, ao lado de Clarisse Abujamra, com quem era casado na época.​

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem