Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Zapping - Cristina Padiglione

Série documental em homenagem a Gilberto Braga chega ao Globoplay

'Gilberto Braga: Meu Nome é Novela' resgata vídeos do autor e obras consagradas

Autor Gilberto Braga. Foto TV Globo/Reproducao
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Campinas

Na semana em que completam-se dois meses da morte Gilberto Braga, um dos maiores autores da teledramaturgia brasileira, estreia no Globoplay a série documental "Gilberto Braga: Meu Nome é Novela" feita em homenagem ao novelista.

Morto em 26 de outubro, aos 75 anos, devido a uma infecção causada por perfuração no esôfago, Gilberto Braga mexeu com o imaginário do público e despertou as mais diversas emoções, criando tendências na moda e na música, e retratando a vida dos brasileiros em grandes sucessos da TV.

Autor de títulos como "Vale Tudo", "Dancin’ Days", "Anos Dourados", "Anos Rebeldes", "Celebridade", "Paraíso Tropical" e "Babilônia", o autor parou o país frente a acontecimentos marcantes de suas histórias e levou o Brasil para o mundo com suas novelas.

A série documental em três episódios chega à plataforma nesta segunda-feira (20), dia em que a Globo traz uma programação especial em celebração aos 70 anos de telenovela no Brasil.

O conteúdo original da plataforma, dirigido por Antonia Prado, retoma elementos da extensa obra do autor e relembra alguns de seus personagens mais marcantes.

"É uma grande homenagem à obra e à história do Gilberto Braga, responsável por mudar a maneira como fazemos e assistimos às novelas no país. O público terá a oportunidade de acompanhar seus 50 anos de trabalho e (re)conhecer o legado que ele deixou para a televisão brasileira", afirma a diretora, Antonia Prado.

A produção mostra a trajetória do autor, desde sua entrada na TV Globo, até sua última novela, costurando sua carreira com trechos das tramas que escreveu. As imagens de arquivo das novelas serão intercaladas com entrevistas concedidas pelo autor em momentos diversos de sua vida.

Trechos de entrevistas com atores e atrizes à época em que interpretaram personagens emblemáticos de Gilberto Braga também serão reexibidos.

Além disso, o documentário traz depoimentos de artistas consagrados pelo autor, como Antônio Fagundes, Cássia Kis, Malu Mader, Glória Pires, Renata Sorrah, Claudia Abreu, Deborah Evelyn e Lucélia Santos, além de Dennis Carvalho, diretor da maioria das obras de Gilberto.

"Escolhemos pessoas que pudessem falar sobre Gilberto Braga de diferentes formas e pontos de vista para nos ajudarem a contar todos os 50 anos de obras televisivas e também histórias da vida particular dele", diz Antonia.

Segundo a diretora, Glória Pires, por exemplo, fez seu primeiro papel de destaque na televisão em novela de Gilberto Braga, e depois participou de oito de suas novelas. Já a parceria com o diretor Dennis Carvalho soma dez novelas e duas minisséries.

"Gilberto Braga: Meu Nome é Novela" tem roteiro assinado por Lalo Homrich, direção executiva de Rafael Dragaud e direção de gênero de Mariano Boni.

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem