Zapping - Cristina Padiglione

Confira a nave da Xuxa reconstituída para homenagem do Prêmio Multishow

Evento criou réplicas do lendário cenário para uma dos tributos da noite

Réplica da nave da Xuxa para o Prêmio Multishow
Réplica da nave da Xuxa para o Prêmio Multishow - Divulgação
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Erramos: esse conteúdo foi alterado
São Paulo

O Prêmio Multishow ensaia um modelo híbrido, entre o confinamento absoluto e a premiação presencial na noite desta quarta-feira (8), no Rio.

Três homenagens pautam a ocasião, 28ª edição do evento, a saber:

1. Paulo Gustavo, morto em março passado e maior astro do canal, receberá homenagens no evento, onde se pedem ainda cautelas, apesar do grande número de convidados.

2. A morte de Marília Mendonça, imediatamente considerada, após o acidente, a vencedora na categoria de cantora, com anuência das demais candidatas.

3. Tributo a Cássia Eller, cuja morte completa agora 20 anos, com apresentação de seu filho, que não nega o DNA nem no rosto nem na interpretação.

Além dos três tributos a quem se foi, a premiação trará uma réplica da pirotécnica nave do "Xou da Xuxa", que embalou as manhãs da Globo entre 1986 e 1992. A então aclamada Rainha dos Baixinhos abria seu programa infantil desembarcando daquele cenário.

A previsão é que a própria Xuxa abra a edição da vez do Prêmio Multishow, revivendo a cena daquelas manhãs. O canal mantém em sigilo os detalhes dessa homenagem, marcando os quase 30 anos do fim da atração. Na ocasião, todos os olhos estarão voltados para o figurino da loira: será que ela voltará a calçar botas brancas?

Comandada por Iza e Tata Werneck, a cerimônia vai revelar os vencedores das categorias com voto popular e especializado e também levar ao palco performances de alguns dos maiores nomes da atualidade.

"Depois de um ano tão difícil, nosso objetivo é proporcionar às pessoas um momento único, uma noite que alivie as tensões do dia a dia", completa Tatiana Costa, diretora do Multishow.


Atrações

Ivete Sangalo, artista com mais prêmios atribuídos na história do evento, recebe Carlinhos Brown para sua apresentação. A sofrência pop vai ganhar o tom e a voz através do show da pernambucana Duda Beat, escolhida pelo Superjuri como "Artista Revelação" na cerimônia de 2019. Já Luísa Sonza fará a primeira performance na TV de "Anaconda", seu mais recente lançamento.

O samba brilha nesta edição, por meio de um medley com grandes músicas do gênero será interpretado por um time de peso: os veteranos Ferrugem e Xande de Pilares, o grupo Menos é Mais, vencedor na categoria Experimente em 2020, e a carioca Márvvila, que com apenas 21 anos, já desponta como a promissora voz do gênero.

Para garantir a animação, o forró eletrônico e do tecnobrega dos Barões da Pisadinha, única banda brasileira que, neste ano, emplacou duas músicas no "Top 50" da parada global do Spotify --você sabia?

Emicida, que no ano passado levou o troféu de Álbum do Ano (AmarElo) e nesta edição concorre na categoria Cantor do Ano, fará sua estreia em uma performance solo.

Marina Sena, que acaba de lançar seu álbum "De Primeira", também sobe no palco pela primeira vez e acumula indicações em quatro categorias do Prêmio Multishow: Álbum do Ano, Canção do Ano, Revelação do Ano e Experimente.

Na lista de quem está previsto para passar por aquele palco, estão Juliette Freire, a rainha dos cactos, Marcos Mion e Xuxa, obviamente. Há ainda as funkeiras: Bianca, Jojo Maronttini, Gabily e MC Carol. E Dennis encerra a noite com um show repleto de efeitos visuais.

Em um ano marcado por duas grandes perdas no meio artístico, a de Paulo Gustavo em maio, e a de Marília Mendonça no início de novembro, o Prêmio Multishow não poderia deixar de prestar sua homenagem. Paulo, que comandou a cerimônia por seis edições e protagonizou momentos icônicos e inesquecíveis nas telas do canal, será celebrado com um dueto de IZA e Mariah Nala. O humorista, que era fã das artistas, foi uma espécie de padrinho das duas em seus inícios de carreira. "Vai ser muito especial poder homenagear alguém que fez parte de uma forma tão importante na minha carreira e alguém que eu amo tanto", comenta IZA.

Marília Mendonça é a Cantora do Ano do Prêmio Multishow 2021. Em um gesto de respeito, amor e sororidade, as outras quatro concorrentes ao prêmio -- Anitta, Ivete Sangalo, IZA e Luísa Sonza -- se juntaram aos fãs e ao Multishow para homenagear a eterna Patroa. As votações desta categoria foram suspensas e Marília será lembrada na cerimônia com muita emoção.

E já que este ano completam-se duas décadas da partida de Cássia Eller, uma das principais representantes do rock brasileiro dos anos 90 e dona de uma voz inconfundível, o Prêmio Multishow também terá um número em sua homenagem. A artista será celebrada por seu filho, Chico Chico, com a apresentação de "Mãe", canção de sua autoria, seguido por Nando Reis, seu maior parceiro musical, e Lan Lanh, percussionista de sua banda.

PRÊMIO MULTISHOW 2021
Pré-Show no canal Música Multishow: 21h15
Pré-show no Multishow: 21h15
Cerimônia no Multishow: 22h30

ERRAMOS: O conteúdo desta página foi alterado para refletir o abaixo

Cássia Eller morreu há 20 anos, não há dez, como foi publicado no texto original

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem