Zapping - Cristina Padiglione
Descrição de chapéu series

Gilberto Braga queria refazer 'Brilhante' sem os cortes da censura

Rebatizada como 'Intolerância', novela tem 80 capítulos prontos, mas foi engavetada pela Globo

Morre Gilberto Braga
Autor de novas clássicas da TV brasileira, como "Dancin' Days" (1978), "Vale Tudo" (1988) e "Celebridade" (2003) e considerado um dos maiores nomes da teledramaturgia do país, Gilberto Braga morreu aos 75 anos - Leo Martins / Agência O Globo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

"Intolerância", novela que Gilberto Braga sugeriu para a faixa das 23h da Globo, era uma releitura de "Brilhante", folhetim exibido em 1981, com Vera Fischer de cabelos cacheados. Parceiro do autor, morto na terça (26), aos 75 anos, João Ximenes Braga finalizou com GIlberto 80 capítulos da nova versão e conta que o veterano queria tentar mostrar finalmente a história que naquele tempo foi depenada pela censura imposta pela ditadura militar.

Como o projeto foi engavetado pela direção anterior da dramaturgia da Globo, ocupada por Silvio de Abreu, Ximenes defende agora que a história seja ao menos disponibilizada para estudantes e pesquisadores.
Ximenes também gostaria que a Globo disponibilizasse os capítulos originais de "Babilônia", última novela de Braga, assinada também por ele, que sofreu intervenção da direção da emissora em 2014.

QUEIXA

Participante do Show dos Famosos, Mariana Rios reclamou da nota que ganhou de J.B. Oliveira, o Boninho, no Domingão com Huck deste domingo (31). A cantora se apresentou como Elba Ramalho e recebeu nota dez de Preta Gil e Claudia Raia, mas 9,9 de Boninho. "Ele tá implicando comigo", disse ela.

AVANTE

Marcos Mion vem gravando em ritmo acelerado o seu reality show para o Multishow, "Túnel do Amor", simultaneamente ao "Caldeirão com Mion" e à série que havia prometido à Netflix antes de fechar com a Globo. Corrido, o expediente já avança sobre atrações que só irão ao ar em 2022.

VEM AÍ

Em "Quanto Mais Vida, Melhor!", próxima novela das sete da Globo, Mariana Nunes vive a médica Joana, profissional da clínica de Guilherme (Mateus Solano), que tem uma paixão platônica por ele.Ela sonha em montar lá uma ala de atendimento gratuito e conta com apoio de Rose (Bárbara Colen), mulher dele.

Mariana Nunes em 'Quanto Mais Vida Melhor'
Joana (Mariana Nunes) na novela 'Quanto Mais Vida Melhor', de Mauro Wilson, na Globo - Fábio Rocha/Divulgação

A SEGUIR

A Globo só começará a gravar em 2022 a novela "Olho Por Olho", de João Emanuel Carneiro, escalada para suceder o remake de "Pantanal", que já está em plena produção. Até o fim do ano, a emissora trabalhará em seus estúdios com "Verdades Secretas 1" e o remake de "Pantanal", que deverá estrear em março de 2022.

AUDIÊNCIA

7,4 pontos
foi a audiência mais alta do SBT na quinta, com "Coração Indomável"

14,1 pontos
alcançou "Gênesis", novela bíblica da Record, na quinta, pico do dia

A BOA DO DIA

Wagner Moura fala sobre seu 1º filme, "Marighella", que estreia esta semana
Roda Viva - TV Cultura, às 22h

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem