Zapping - Cristina Padiglione

Sem futebol e novela inédita, Globo faz Jornal Nacional com mais de uma hora

Em tempos de coronavírus e crise política, noticiário registra mais audiência que novela

William Bonner e Renata Vasconcellos no JN - João Cotta/Globo

Já reparou que William Bonner agora se estende em comentários mais longos e até pede calma ao público, diante do caos gerado pelo novo coronavírus?

Além de o jornalismo ter assumido um protagonismo absoluto na Globo, pela urgência do momento, a emissora está sem novela inédita às 21h e sem futebol, o que estendeu a edição do Jornal Nacional desta quarta-feira (25) para 1h19 de duração, com 35,5 pontos de média na Grande São Paulo.

Foi a edição mais longa desde que a pandemia começou. Na terça (24), com 1h12 de duração, o saldo foi de 37 pontos. O JN vem alcançando pelo menos uma hora de duração desde o dia 16, quando os alertas pelo confinamento aumentaram.

O novo programa dedicado ao tema, Combate ao Coronavírus, com Márcio Gomes, ampliou em 38% a audiência nacional da faixa matutina, chegando a 12 pontos na segunda-feira (23).

REBOLADO

Sidney Magal faz participação especial no Domingo Show, de Sabrina Sato, como surpresa aos competidores do quadro Made In Japão, que tomará o programa todo. A competição sofrerá uma baixa, ainda sob sigilo, que leva alguém a se afastar por motivos físicos. Na Record, em novo horário, das 13h30 às 15h15.

Sidney Magal e Sabrina Sato no Domingo Show
Sidney Magal e Sabrina Sato no Domingo Show, da Record TV - Divulgação/Record TV

BOA PEDIDA

A TV Cultura põe no ar pela primeira vez na TV aberta a série animada “Irmão do Jorel”, produção da Copa Studios para o Cartoon Network. Finalista ao Emmy Internacional, o título chega como parte das mudanças operadas na programação para contemplar a quarentena. Estreia segunda-feira (30), às 18h45.

Cena do desenho "Irmão do Jorel"
Cena do desenho "Irmão do Jorel" - Divulgação

BOA HISTÓRIA

Em uma grande pesquisa sobre a gripe espanhola, epidemia que assombrou o mundo, o repórter Marcos Uchôa soube que o avô do presidente Donald Trump morreu em razão da doença. Ele entrevistou o historiador John Barry, autor de um livro sobre o tema. Vai ao ar domingo (29), no Fantástico.

PANE

A Band sofreu uma queda de sinal no fim da tarde desta quinta-feira (26), quando José Luiz Datena comandava o Brasil Urgente!, registrando 8 pontos de audiência em São Paulo. A pane se prolongou por mais de uma hora e a programação da Band só voltou ao ar às 19h15. Em comunicado distribuído à imprensa, a emissora informou o seguinte:

AUDIÊNCIA

10,5 pontos teve o Jornal da Record nesta quarta-feira (25), em São Paulo

7,2 pontos teve o SBT Brasil na quarta (25). O Jornal da Band teve 6 pontos

A BOA DO DIA

Seleção dos últimos anos de Hebe Camargo, que fez seus últimos programas na RedeTV!, abre a série ‘Especial 20 anos’, que comemora duas décadas da emissora. Na RedeTV!, às 22h15.

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 48, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem