Aventura na cozinha

Feijoada vegetariana leva legumes e provolone defumado e tem preparo rápido

Prato fica cremoso e ganha sabor com provolone defumado

Feijoada vegetariana - Juliana Ventura/Folhapress

Olá, cozinheiros! Bem-vindos a mais uma aventura na cozinha! Pessoalmente, não sou a favor do simplismo do adjetivo "vegetariano" para designar versões sem carne de pratos carnívoros consagrados. Eu diria, inclusive, que “feijoada vegetariana” não existe. Feijoada é feijoada, com lombo, paio, costelinha. Porém, entendo a dificuldade que seria chamar de “feijão com legumes” uma preparação que emula com vegetais os pertences da tradicional iguaria. Portanto, rendo-me!

A coluna traz hoje uma receita de feijoada vegetariana, deliciosa para saborear com arroz branco, couve, farofinha e banana à milanesa. Como a opção sem carne deriva da original, achei por bem contar um pouco da história. Erroneamente, muitos acreditam (ainda que essa história já tenha sido desmentida várias vezes) que a feijoada era a comida dos negros escravizados, que usariam sobras de carne para cozinhar com feijão nas senzalas.

Sabe-se que a dieta dos escravos, porém, era muito pobre em nutrientes, dificilmente havia proteína animal (mesmo orelha ou rabo) para que consumissem. A origem da feijoada seria, então, dos próprios cozidos portugueses, ensopados ricos feitos com favas e carnes. A mesa posta como conhecemos hoje, com todos os acompanhamentos, segundo o ótimo livro “Gastronomia no Brasil e no Mundo” (ed. Senac), foi provavelmente criada no Rio de Janeiro, entre o fim do século 19 e o começo do século 20.

Quanto à receita de hoje, é inútil compará-la à feijoada real no quesito sabor, pois são completamente diferentes. No entanto, trata-se de um preparado de feijão gostoso e cremoso (por conta do amido das batatas).

A quem se assustar com a adição de queijo ao final do cozimento, a ideia é trazer um pouco de defumado ao prato. O provolone não compromete e não fica estranho no feijão (juro!).

A dica para quem for testar é a seguinte: é importante colocar os legumes nos tempos indicados. Cenoura e abobrinha cozinham de maneiras diferentes, por exemplo. Se colocá-las ao mesmo tempo e esperar a primeira cozinhar, certamente a segunda terá virado purê dentro do feijão. Vamos para a cozinha? Até a próxima!

RECEITA

Dificuldade: Fácil
Rendimento: 8 porções

Ingredientes
500 g de feijão preto
1 cebola média
3 dentes de alho
1 talo de alho-poró
1 batata grande
1 batata-doce
150 g de abóbora cabotiá
1 abobrinha pequena
1 cenoura média
200 g de queijo provolone defumado
4 colheres (sopa) de azeite de oliva
Sal a gosto

Modo de fazer
1. Deixe o feijão de molho em água de um dia para o outro;
2. Escorra e cozinhe em panela de pressão por dez minutos;
3. Enquanto o feijão cozinha, faça um refogado com o azeite, a cebola, o alho-poró e o alho, bem picados;
4. Adicione o refogado ao feijão e cozinhe por dez minutos. Depois, coloque a cenoura e as batatas cortadas em cubos médios;
5. Cozinhe por dez minutos e coloque a abóbora também cortada em cubos médios;
6. Cinco minutos depois, acrescente a abobrinha;
7. Mais cinco minutos de cozimento, acerte o sal, desligue o fogo e acrescente o provolone.

(A)ventura na cozinha

Juliana Ventura, 33, é jornalista formada pela PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo), pós-graduada em gastronomia pela Universidade Anhembi Morumbi e professora de culinária para crianças.
email: aventuranacozinha@grupofolha.com.br
Instagram: @venturanacozinha

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias