Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Cinema e Séries
Descrição de chapéu Cinema

Fox renova 'Empire' sem personagem de Jussie Smollett

Ator é acusado de inventar ataque contra ele mesmo para seu benefício

O ator Jussie Smollett na corte
O ator Jussie Smollett na corte - Reuters
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Lisa Richwine
Los Angeles
Reuters

O canal de televisão norte-americano Fox renovou o contrato da série “Empire”, confirmando uma sexta temporada do programa, mas disse que não há planos para trazer de volta a personagem interpretada pelo ator Jussie Smollett, 36, que disse ter sido vítima de um crime de ódio em janeiro

A polícia de Chicago acusou Smollett de inventar o ataque contra ele, mas o ator manteve sua versão e os promotores retiraram as acusações contra ele

Smollett interpretou o cantor e compositor gay Jamal Lyon na série sobre uma família envolvida com o negócio do hip-hop. A Fox deixou uma porta aberta para possivelmente trazer Smollett de volta ao estender uma opção sobre seu contrato. 

“Por acordo mútuo, o estúdio negociou uma extensão à opção de ter Jussie Smollet na sexta temporada, mas neste momento não há planos para o personagem Jamal retornar a ‘Empire’”, de acordo com uma nota da 20th Century Fox TV e da Fox Entertainment. 

Smollett, que é negro e gay, causou um imbróglio ao dizer à polícia no dia 29 de janeiro que dois supostos apoiadores do presidente Donald Trump o atacaram, colocaram uma corda em seu pescoço e jogaram água sanitária nele enquanto o agrediam verbalmente com termos racistas e homofóbicos em uma rua de Chicago.

Depois de semanas de investigação, a polícia de Chicago determinou que Smollett armou o ataque —alegando que ele havia contratado dois irmãos para fingirem o ataque — porque ele estaria insatisfeito com seu salário na série “Empire”. 

Ele foi acusado em fevereiro de encenar o incidente e apresentar um falso relatório policial, mas os promotores do Gabinete do Procurador do Condado de Cook retiraram todas as acusações contra ele em março.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem