Celebridades

Jussie Smollett, da série 'Empire', se livra da acusação de forjar ataque homofóbico nos EUA

Ator de 36 anos afirmou ter sido agredido por dupla em janeiro

Jussie Smollett
Jussie Smollett - AFP
São Paulo

O ator Jussie Smollett, 36, da série “Empire - Fama e Poder”, não vai mais responder pela acusação de falsa comunicação de crime. Segundo o site TMZ, a Procuradoria decidiu, nesta terça-feira (26) arquivar as 16 acusações a que o artista respondia.

“Hoje, todas as acusações criminais contra Jussie Smollett foram retiradas e sua ficha foi limpa”, disseram os advogados do ator em comunicado. “Ele é uma vítima que foi transformada em vilã a partir de observações falsas e inapropriadas feitas ao público”, continuou. 

Smollett denunciou, em janeiro, um ataque racista e homofóbico que teria sofrido de dois homens mascarados no centro de Chicago, o que teria provocado uma fratura na costela no ator. Ele contou ainda que os homens colocaram uma corda em seu pescoço, jogaram água sanitária e gritaram “faça a América Grande de Novo”, slogan do presidente Donald Trump. 

Durante as investigações, no entanto, a polícia suspeitou de fraude. Os procuradores do caso chegaram a afirmar que Smollett deu um cheque de US$ 3.500 (R$ 13,4 mil) a dois irmãos, que foram presos em 13 de fevereiro. Eles confessaram a trama, disse a polícia, se tornaram testemunhas cooperativas e foram soltos sem acusações.

O ator, que acabou sendo afastado de “Empire”, chegou a ser preso em 21 de fevereiro, mas foi solto em seguida após pagar fiança. No último dia 14, ele compareceu a um tribunal, onde se declarou inocente das acusações. Ao todo, ele recebeu 16 acusações de conduta desordeira, todas retiradas nesta terça-feira. 

Segundo o TMZ, a decisão de arquivar o caso foi da procuradora Kim Foxx. Ela teria afirmado que, em caso de condenação, Smollett acabaria cumprindo serviços comunitários, o que ele já faz. Uma fonte próxima ao ator também disse à publicação que o cheque dado aos irmãos acusados do ataque era para treinamento físico. 
 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias