Carnaval

Marcelo D2 diz que esperar que brasileiro use bom humor para 'virar o jogo' na política

Cantor é crítico do presidente Jair Bolsonaro

Carnaval 2019: Marcelo D2 no camarote Nº1, na segunda noite de desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro
Marcelo D2 no camarote Nº1, na segunda noite de desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro - Luísa Leite - 4.mar.2019/Folhapress
Luisa Leite
Rio de Janeiro

Para o cantor Marcelo D2, 51, as críticas políticas vistas com frequência nas ruas e na Marquês de Sapucaí, no Rio de Janeiro, durante o Carnaval deveriam contribuir para "virar o jogo" no país. 

A declaração foi dada a jornalistas no camarote Nº1, na Marquês de Sapucaí, onde D2 foi acompanhar o segundo dia de desfiles das escolas do Grupo Especial.

"O brasileiro é o povo com mais senso de humor, que consegue rir de tudo. Ontem fui no Boi Tolo [bloco de rua do Rio de Janeiro] e vi tanta fantasia legal com crítica ao governo. Tomara que a gente use esse humor pra 'virar o jogo".

O cantor usa suas redes sociais frequentemente para fazer críticas ao governo do presidente Jair Bolsonaro. "Não dá para ficar calado", disse.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias