Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Celebridades

Johnny Hooker discute fim de carreira após lançamento de single

'Não há mais demanda pelo meu trabalho', escreveu no Twitter

Johnny Hooker - Luca Oliva/Divulgação
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Campinas

O cantor Johnny Hooker desabafou em suas redes sociais neste sábado (21) e falou sobre possível fim de carreira, após lançamento do single "Cuba".

"Para um artista existir e sobreviver sem apoio de nenhum lado precisa ter demanda orgânica, e os números do 1º dia de lançamento de Cuba deixam claro isso. Não há mais demanda pelo meu trabalho. Se é que houve um esboço de alguma algum dia. É preciso saber a hora de se retirar", tuitou com uma reprodução de tela que mostrava as 13.879 visualizações do single.

Apesar da decepção, ele reforça que o novo disco vai ser lançado nas próximas semanas. "Não foi uma batalha em todo perdida, consegui driblar o poder econômico várias vezes. Tenho 2 discos de platina e 250 milhões de streams orgânicos para provar isso. Fica o legado também, arte é pra sempre. Mas a gente tem que manter a dignidade também."

Intérprete de sucessos como "Amor Marginal" e "Flutua", Hooker ressaltou que é grato por todos os admiradores de seu trabalho. "Amores obrigado pelas mensagens de amor e carinho que inundaram por aqui, o meu desabafo não foi por ingratidão com tudo que já conquistei (que foi muita coisa por sinal), as vezes é só um pedido de ajuda mesmo e um lembrete de que ainda estou aqui vivo", escreveu.

Nos stories do Instagram, um seguidor perguntou se ele vai fazer uma turnê de despedida. "Não sei não, viu. Tem mais esse disco para lançar ainda e aí depois eu acho que acabou", afirmou em vídeo.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem