Celebridades

Claudia Raia diz que não se arrepende de capa da Playboy aos 17 anos

Atriz diz que teve apoio da mãe para fazer ensaio bonito, inspirado no musical 'Chorus Line'

Claudia Raia
Claudia Raia - Estevam Avellar/Globo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Claudia Raia, 53, relembrou o ensaio que fez para a revista Playboy em 1984, quando tinha apenas 17 anos. A atriz foi apresentada pela revista como Maria Cláudia, a "estrela-sensação" do musical "Chorus Line", que ela estrelava na época.

"Fui falar com a minha mãe [sobre o ensaio com nudez] e perguntei se daria problema para mim", contou em live realizada pelo Canal Brasil. Segundo Claudia, a proposta era fazer um "ensaio bonito, inspirado no musical".

"Vim de uma família muito livre", relatou. "Ela me respondeu: 'Problemas sempre tivemos. Se é um trabalho que te coloca dona do seu corpo, se é o seu corpo que você está mostrando, então aceite. Você é dona da sua vida. Vamos nessa, e mamãe estará de mãos dadas contigo'."

Claudia diz que não se arrepende do ensaio, mas que na época a mãe dela foi quem mais pagou o preço da "ousadia". "Dos 800 alunos que minha mãe tinha na escola de dança, sobraram só quatro", disse. "Ela perdeu a maioria dos alunos na época."

Apesar dos contratempos, o ensaio alçou Claudia Raia a estrela de alcance nacional. No mesmo ano, ela passou a integrar o elenco do humorístico "Viva o Gordo", na Globo. Na época, ela chegou a namorar Jô Soares, com quem trabalhava na atração. Dois anos depois, ela fez sua estreia em novelas em "Roque Santeiro" (1985-1986).

A atriz era muito ligada à mãe, Odette, que morreu em 2019, aos 95 anos.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Mais lidas