Celebridades

Bruna Marquezine critica Silvio Santos e pede fim de assédio: 'Roupa não é convite'

Camila Pitanga, Bruna Linzmeyer e Leandra Leal estão entre famosas que replicaram texto de repúdio

Bruna Marquezine na festa da Le Lis Blanc
Bruna Marquezine na festa da Le Lis Blanc - Francisco Cepeda/AgNews

Bruna Marquezine se manifestou contra a conduta de Silvio Santos na polêmica envolvendo Claudia Leitte e pediu o fim de assédio. "Roupa não é convite", escreveu a atriz em uma rede social, nesta segunda (12), usando um texto que está viralizando nas redes sociais. 

"Quando em rede nacional e durante um programa social, um apresentador assedia uma cantora, podemos ver como essa violência é normalizada na nossa sociedade. Tão normalizada que muitas de nós não sabem como reagir", escreveu a atriz.

Silvio Santos entrevista Claudia Leitte durante Teleton 2018
Silvio Santos entrevista Claudia Leitte durante Teleton 2018 - Reprodução

Durante o Teleton, no sábado (10), o apresentador disse que não abraçaria a cantora, que usava um vestido rosa, porque o deixaria excitado. A cantora se disse constrangida e repudiou o ocorrido com uma postagem nas redes sociais. Procurado, o apresentador não quis se manifestar.

Desde então, diversas celebridades se manifestaram em apoio a Leitte e pelo fim do assédio. A dupla sertaneja Simone e Simaria usou o seu perfil para comentar com aplausos o texto divulgado pela cantora. "Parabéns pela coragem. Assédio não é diversão. Estamos juntas!", completou a atriz Taís Araujo, que atualmente apresenta o PopStar. 

Além de Marquezine, o mesmo texto já foi divulgado por Camila Pitanga, Bruna Linzmeyer e Leandra Leal, entre outras personalidades que desencadearam um movimento com a hashtag #ChegaDeAssédio.

Leia a íntegra abaixo:

"Quando em rede nacional e durante um programa social, um apresentador assedia uma cantora, podemos ver como essa violência é normalizada na nossa sociedade. Tão normalizada que muitas de nós não sabem como reagir. A vergonha, o medo da retaliação e a exposição nos paralisam. Mas é preciso lembrar: ISSO NÃO É NORMAL. E o fato disso estar na TV só desencadeia um efeito devastador para outras milhões de mulheres que sofrem essa mesma violência. Veja bem, Silvio, roupa não é convite. Respeito. Não nos calaremos. Nos acolheremos. #ChegaDeAssédio #342artes

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias