Celebridades

Mundo da moda especula sobre quem desenhará vestido de noiva de Meghan Markle

Stella McCartney, que criou conjunto usado por Amal Clooney no casamento civil, é um dos nomes

Príncipe Harry e Meghan Markle
Príncipe Harry e Meghan Markle vão se casar em maio de 2018Príncipe Harry e Meghan Markle vão se casar em maio de 2018 - Daniel Leal-Olivas/AFP

São Paulo

Para o mundo da moda, quando a atriz norte-americana Meghan Markle entrar para a família real britânica em menos de dois meses se casando com o príncipe Harry, só uma questão importa: quem irá desenhar seu vestido de noiva?

Segundo rumores publicados em jornais britânicos, Meghan já escolheu o vestido e fez a primeira prova de roupa, embora fontes da realeza estejam guardando os detalhes a sete chaves.

“Não emitimos um comunicado, nem comentamos sobre o vestido de casamento”, disse uma porta-voz de Harry.

A escolha do estilista responsável pelo vestido tem provocado muita especulação em jornais e revistas desde que Harry, o quinto na linha sucessória ao trono britânico, anunciou o noivado com Meghan em novembro.

“Acho que ela certamente usará um estilista britânico”, disse Bojana Sentaler, fundadora e diretora de criação da grife canadense Sentaler. “Não sei ao certo qual, mas acho que será um estilista britânico”.

Um dos nomes sugeridos é o de Stella McCartney, que criou o conjunto creme usado por Amal Clooney em seu casamento civil com o ator norte-americano George Clooney, além do casaco que Meghan usou durante visita a Cardiff no início deste ano.

“Um casamento é um casamento, é uma honra maravilhosa e um privilégio fazer o vestido de noiva de qualquer uma”, disse Stella à Reuters, quando perguntada se gostaria de desenhar o vestido de Meghan.

“Eu sempre adorei trabalhar com vestidos de casamento e eles são sempre variados, porque você tem que personalizá-los, você tem que realmente pensar sobre a mulher e o dia”, disse a estilista, que compartilha com Meghan a postura de design ético e sem crueldade.

A marca britânico-australiana Ralph & Russo também foi mencionada como possível concorrente para o trabalho depois que Meghan escolheu um vestido feito pela dupla para suas fotos de noivado com Harry.

Esse vestido e o local escolhido para o casamento, o Castelo de Windsor da rainha Elizabeth, a oeste de Londres, também podem servir como uma boa indicação do que deve se esperar, disse Anna McGregor, curadora da The Wedding Gallery, loja de departamento de artigos de casamento de luxo de Londres.

Para marcas, ter uma peça utilizada por um membro da realeza britânica pode levar a um salto nas vendas. A esposa do príncipe William, Kate, se tornou um ícone da moda desde seu casamento, atraindo enorme interesse para as roupas utilizadas em compromissos oficiais.

O CASAMENTO DE MEGHAN E HARRY

Os noivos oficializaram a relação em 27 de novembro e já escolheram o local da cerimônia, que acontecerá na Capela de Saint George, no Castelo de Windsor, na Inglaterra. A escolha foi em homenagem ao avô de Harry, Phillip, com quem o príncipe passou a infância.

Como de costume, a cerimônia será paga pela família real e deve ser um casamento "intimista" para os padrões da família britânica, já que Windsor tem capacidade para 800 pessoas.

O anel de noivado de Meghan, feito pela joalheria britânica Cleave and Company, foi desenhado pelo próprio príncipe, que escolheu dois diamantes da coleção pessoal da princesa Diana, além de uma pedra de Botswana, na África, onde o casal passou férias em 2016.

Além dos detalhes como o local e a data, outros detalhes do casamento vieram à tona desde que o casal anunciou o noivado. O bolo do grande dia será de banana, fruta preferida do príncipe.

Uma das estilistas contatadas para desenhar o vestido de Markle divulgou alguns esboços — que, embora não sejam do modelo final, dão uma ideia de como pode ser o "look" da noiva.

Harry e Markle divulgaram as fotos oficiais do noivado. As imagens foram feitas no Frogmore House, um palácio em Windsor, e publicadas no Instagram da família real.

Reuters
Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem