Renato Kramer

'Caminho das Índias' realmente 'Vale a Pena Ver de Novo'

Nem sempre as novelas que retornam no horário da tarde da Rede Globo fazem jus ao título do programa que as traz de volta: "Vale a Pena Ver de Novo". Mas "Caminho das Índias" está mesmo valendo.

No capítulo desta terça-feira (16) uma variedade de cores e emoções tomaram conta da telinha. Não foi à toa que foi a primeira novela brasileira a ganhar o Emmy Internacional.

Produção caprichada, figurinos deslumbrantes, com riqueza de detalhes nos adereços, uma trilha sonora envolvente, uma direção impecável (Marcos Schechtman) e um elenco bastante afiado.

O capítulo de hoje estava particularmente rico em beleza e talento. 

A beleza das roupas multicoloridas dos bailarinos em uma coreografia realizada para um filme de Bollywood. E em especial pela presença de Chico Anysio (1931-2012) que, no papel de pai do pilantra Radesh (Marcius Melhem), aparece como diretor do espetáculo.

Talentos veteranos como Laura Cardoso, que faz a perversa Laksmi, e Lima Duarte, como o sábio Shankar, brilharam no capítulo de hoje. Os não menos talentosos Tony Ramos (Opashi) e Eliane Giardini (Indira) também marcaram presença. E o jovem Caio Blat não ficou atrás, demonstrando todo o sofrimento do seu Ravi de coração partido.

A graça de Norminha (Dira Paes), a arrogância de Ilana (Ana Beatriz Nogueira) e a antipatia sorrateira de Surya (Cléo Pires) também enriqueceram o capítulo desta terça.

Mas o grande destaque fica mesmo por conta do talento e da beleza estonteante da protagonista Juliana Paes (Maya). 

Sofrendo as agruras de ver o seu segredo revelado a qualquer momento, o fato de seu filho não ser do seu marido Raj (Rodrigo Lombardi), e sim de Bahuam (Márcio Garcia), a atriz consegue passar todo o seu desespero e desamparo por detrás de toda a sua aparência exuberante. Brincos, anéis, colares e pulseiras mil só servem para enfeitar a tristeza profunda de Maya. Vale a pena ver de novo.

<> Galeria
Juliana Paes
Juliana Paes
Veja imagens de Juliana Paes

Renato Kramer

Natural de Porto Alegre, Renato Kramer formou-se em Estudos Sociais pela PUC/RS. Começou a fazer teatro ainda no sul. Em São Paulo, formou-se como ator na Escola de Arte Dramática (USP). Escreveu, dirigiu e atuou em diversos espetáculos teatrais. Já assinou a coluna "Antena", na "Contigo!", e fez críticas teatrais para o "Jornal da Tarde" e para a rádio Eldorado AM. Na Folha, colaborou com a "Ilustrada" antes de se tornar colunista do site "F5"

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias