Renato Kramer

No 'Tá No Ar', Lília Cabral faz teste para Globeleza e é reprovada

Impossível não comentar o episódio da última terça-feira (2) do humorístico "Tá No Ar" (Globo). Os caras se superaram!

O ritmo frenético, o humor inteligente, ácido e debochado, com um elenco sempre muito afinado, com quadros sempre inusitados tem sido uma constante na nova temporada de "Tá No Ar". Mas o desta terça-feira foi imbatível!

Primeiro contando com a muito oportuna volta do "Jardim Urgente", com o sempre contundente apresentador Jorge Bevilacqua (o talentoso Welder Rodrigues) que, para delírio geral da galera, voltou a gritar para o seu câmera Batata: "Foca em mim!". E lá vem a foca de pelúcia voando na cara dele. A gente sabe que a foca vem. E morre de rir quando isso acontece mesmo assim. Isso é humor.

Atriz Lilia Cabral e o diretor do
Lilia Cabral e o diretor do "Tá no Ar", Marcius Melhem - Globo/Paulo Belote
Atriz Lilia Cabral e o diretor do

Lilia Cabral e o diretor do "Tá no Ar", Marcius Melhem

Globo/Paulo Belote

Depois de receber a foca na cara, Bevilacqua promete não mais conseguir ingressos para o Batata: "Ai, Jorge, me arranja um convite pro show do Fábio Jr!", desdenha o apresentador avisando que nunca mais intercederá por ele. "Acabou, Batata! Acabou show de Fábio Jr.!", vocifera Jorge Bevilacqua. Excelente.

E aí se sucederam os criativos reality "Gaza Bonita", o "Discovery Homeless" —muito bem realizado por Marcelo Adnet, e surpresa geral: a cantora Sandy Leah em pessoa no bem bolado quadro "Mercado Livre-se", ensinado como se livrar daquele mundo de presentes que os artistas ganham dos fãs e não tem onde guardar. "Porque carinho de fã é pra ocupar espaço no seu coração e não na sua casa", encerra Sandy com sua doçura costumeira.

Mas o mais improvável ainda estava por vir: Marcius Melhem anuncia que, apesar de todos acompanharem a brilhante carreira da atriz Lília Cabral, poucos sabem que no início ela fora reprovada num teste para se tornar a Globeleza!

<> Galeria
Tá no Ar
Tá no Ar
Tá no Ar

Melhor do que o texto foi o que veio a seguir: Lília Cabral num macacão ultra colorido, brincões de argola e peruca "black power" —cheia de caras e bocas, rebolando e sambando muito à vontade ao som do: "na tela da TV, no meio desse povo, a gente vai se ver na Globo". Ao final do teste a grande atriz, assumindo com a verdade com que sempre realiza as suas personagens, pergunta aos diretores com um sorriso largo: "Acabou? Fui bem?!". Impagável.

E os "Motoqueiros com Hemorróidas"? E o lançamento do "Red Bíblia", o energético do pastor moderno, parodiando ainda o bordão final: "Red Bíblia te dá graças!"? E ainda tinha mais surpresas: Lulu Santos aparece de pai de santo lançando o "PaiTunes", o aplicativo pra baixar o santo!

Para encerrar com chave de ouro, uma prévia do lançamento do DVD "ERRAPM"do Cabo Ricardo (Adnet), parodiando as canções de maior sucesso da banda de Paulo Ricardo (RPM), e uma eventual transeunte (Georgiana Góes) que dá a sua opinião sincera sobre o "Tá No Ar": "É muito ruim o programa, eu não gosto do programa. É horrível, fica piscando assim... não gosto!". Genial.

Renato Kramer

Natural de Porto Alegre, Renato Kramer formou-se em Estudos Sociais pela PUC/RS. Começou a fazer teatro ainda no sul. Em São Paulo, formou-se como ator na Escola de Arte Dramática (USP). Escreveu, dirigiu e atuou em diversos espetáculos teatrais. Já assinou a coluna "Antena", na "Contigo!", e fez críticas teatrais para o "Jornal da Tarde" e para a rádio Eldorado AM. Na Folha, colaborou com a "Ilustrada" antes de se tornar colunista do site "F5"

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias