Renato Kramer

'É gostoso mudar e ter a desculpa dos personagens', diz Thiago Lacerda sobre moicano de 'Macbeth'

"Você continua bonito!", exclamou Jô ao receber o ator Thiago Lacerda em seu programa (Globo) na última quinta-feira (17).

"Apesar do cabelo?", retrucou Lacerda, que está ostentando um estilo moicano para viver o clássico "Macbeth" (William Shakespeare) no teatro. "Não, eu adorei!", replicou o apresentador. "Eu confesso que é gostoso poder mudar e ter a desculpa dos personagens. Eu me divirto com essa coisa toda", diz Thiago.

E acrescentou: "A gente usa os personagens pra dar desculpas e fazer coisas que a gente não faria se não fossem eles. Eu quase botei o meu gorrinho clássico pra não ter que passar por esse cabelo". "Desde os meus quinze anos que esse é o meu cabelo preferido", confessa Jô e mostra no telão uma foto sua jovem com o seu bom moicano.

O ator fala dos dois espetáculos que estão sendo apresentados alternadamente no Teatro Sesc Vila Mariana, em São Paulo: "Macbeth" e "Medida Por Medida", também de Shakespeare. A direção é do expert no teatro shakespeariano Ron Daniels, que no Brasil prefere ser chamado de Ronaldo Daniel.

Cena de "Macbeth", do Repertório Shakespeare, com Thiago Lacerda e Giulia Gam
Cena de "Macbeth", do Repertório Shakespeare, com Thiago Lacerda e Giulia Gam - Crédito: João Caldas/Divulgação

"Eu acho o Ron uma figura fundamental pro teatro brasileiro, pela carreira dele desde os anos 60 no Teatro Oficina, depois na Inglaterra na Royal Shakespeare, depois em Harvard dirigindo a escola de teatro de lá. Depois voltando ao Brasil em 2001, montando o "Rei Lear", com Raul Cortez (1932-2006) em 2001 e depois o nosso 'Hamlet' em 2012", comenta Lacerda.

O ator confidencia que prometera ao diretor que não permitiria que ele ficasse mais dez anos sem voltar ao Brasil, e foi aí que surgiu o projeto desse repertótio atual. "Ele está agora no Brasil?", perguntou Jô. "Ele tá ensaiando um monólogo", informou Thiago.

"Eu tenho certeza que grande parte do sucesso dessa nossa temporada, tanto quanto foi a do "Hamlet", se deve à abordagem da tradução que é do Marcos Daud e do próprio Ron, que acima de tudo se colocam frente à obra de Shakespeare sem medo, com a intenção de revelar a obra. Em geral se lida com a obra dele com um distanciamento tão grande que acaba se tornando o oposto do que ele queria", declara o ator.

Como o velho bardo entrou em sua vida? "Eu fui convidado a fazer o 'Hamlet'. Claro, eu já tinha lido o texto, assistido diversas montagens, e também o 'Macbeth', que é a minha peça favorita. Eu já sabia da importância do Ronaldo e da sua expertise em Shakespeare. E a partir do trabalho com ele, alguns atalhos, algumas maneiras de enxergar tudo isso me cativaram ainda mais. Essa coisa de buscar a simplicidade eu acho de uma importância, de uma beleza e de imenso serviço à obra do Shakespeare", declara Lacerda.

O repertório Shakespeare (Macbeth e Medida Por Medida) conta ainda com Giulia Gam, Marco Antônio Pâmio e Luisa Thiré no elenco, entre outros. A temporada fica em cartaz até o dia 31 de janeiro de 2016 no Teatro Sesc Vila Mariana (SP), com rápido recesso para as festas de fim de ano.

Renato Kramer

Natural de Porto Alegre, Renato Kramer formou-se em Estudos Sociais pela PUC/RS. Começou a fazer teatro ainda no sul. Em São Paulo, formou-se como ator na Escola de Arte Dramática (USP). Escreveu, dirigiu e atuou em diversos espetáculos teatrais. Já assinou a coluna "Antena", na "Contigo!", e fez críticas teatrais para o "Jornal da Tarde" e para a rádio Eldorado AM. Na Folha, colaborou com a "Ilustrada" antes de se tornar colunista do site "F5"

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias