Você viu?

Atriz pornô que acusou Donald Trump se torna super-heroína de história em quadrinhos

Editora descreve publicação como 'série picante de comédia, ação e aventura'

Trump e Hicks falam sobre o caso Stephanie Clifford
Trump e Hicks falam sobre o caso Stephanie Clifford - Mandel NGAN / AFP
Alicia Powell

A atriz pornô Stormy Daniels, cujas alegações sobre uma ligação sexual passada com Donald Trump desencadearam uma batalha legal, está ressurgindo como super-heroína em uma série de revistas em quadrinhos.

Daniels, cujo nome verdadeiro é Stephanie Clifford, lança uma série de quadrinhos fictícios chamada “Stormy Daniels: Space Force” no outono norte-americano pela TidalWave Productions.

“É tudo satírico, é claro”, disse ela à Reuters em uma entrevista. A editora descreveu a publicação como “uma série picante de comédia, ação e aventura” que lembra uma mistura de "Barbarella" com "Star Trek" e com "Stripperella’”.

Seu único pedido aos autores, disse ela, foi que “não fosse retratada como uma tola”. As pessoas que supõem tal coisa estão cometendo um “erro grave”, afirmou. “Porque assim que eu entrar no recinto, vou acabar com todo mundo.”

Daniels ganhou os holofotes em 2018 após revelar que recebeu dinheiro para não falar a respeito de um caso que diz ter tido com Trump em 2006, antes de ele ser eleito presidente. Trump nega ter tido um caso com a atriz.

Nesta quarta-feira (20), Daniels e a TidalWave lançam uma revista em quadrinhos autobiográfica atualizada intitulada “Female Force: Stormy Daniels”. Comparara com sua biografia de 2018, disse Daniels, “é um pouco mais afetada”.

Desde que um juiz descartou seu acordo de compra de silêncio contra Trump, em março de 2019, Daniels se aventurou em novas áreas, como um podcast e apresentações de comédia ao redor do mundo. Ela também planeja estrelar um filme de terror a ser lançado.

Reuters
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem