Você viu?

Atriz pornô que teve affair com Trump teria recebido US$ 130 mil para ficar calada 

Republicano comparou Stormy Daniels à sua filha, Ivanka Trump

A atriz Stormy Daniels relatou o caso em 2011. Em 2016, teria sido subornada para manter silêncio sobre o acontecido
A atriz Stormy Daniels relatou o caso em 2011. Nas eleições de 2016, teria sido subornada para manter silêncio sobre o acontecido - Fotomontagem

São Paulo

Com escândalos quase que rotineiros no currículo, o presidente dos EUA Donald Trump, 71, viu seu nome envolto em mais um assunto "cabeludo" em meados de janeiro: o suposto affair do mandatário com a atriz pornô Stormy Daniels. Segundo a imprensa americana, eles se envolveram em um torneio de golfe em 2006. 

Stephanie Clifford, nome real de Stormy, foi subornada por um dos advogados de Trump para manter segredo sobre a relação. De acordo com o jornal americano "The Wall Street Journal", Michael Cohen, o responsável pelo depósito, teria pago US$ 130 mil (cerca de R$ 407 mil nos dias de hoje) para que Clifford não se pronunciasse durante as eleições em 2016.

Em entrevista concedida ao "In Touch Weekly", em 2011, a atriz confirmou o affair (que, nos últimos dias, negou veementemente). Na época, Clifford disse à publicação que a relação ocorreu quatro meses após o nascimento de Barron  Trump, 11, filho do mandatário com a ex-modelo e sua atual mulher, Melania Trump, 47, e durou cerca de um ano, com encontros espaçados. 

Segundo Stormy, Trump a abordou no dia do evento e pediu seu telefone, convidando-a para um jantar na mesma noite. Ela disse ter aceitado sem pretensões e que não imaginava que teria relações sexuais com ele. O encontro ocorreu na suíte do milionário em um hotel na cidade de Lake Tahoe do Sul, no Estado de Nevada, nos EUA. 

"Fui ao banheiro da suíte. Quando saí, ele estava sentado na cama e disse: 'Vem aqui!'. Eu pensei: 'Ah, lá vamos nós!' e começamos a nos beijar. Eu não sei bem o porque mas me lembro de dizer enquanto estávamos transando: 'Por favor, não tente me pagar!' e depois pensei: 'Eu aposto que se ele pagasse, seria uma quantia boa'", comentou. 

"Eu esperava que ele não me achasse uma vadia. Não que eu tenha algo contra prostitutas. Eu só nunca tinha feito aquilo. Ainda não tenho ideia de porque fiz", disse. A atriz ainda relatou ter feito sexo sem proteção e disse que Trump não pediu que ela mantivesse segredo —"ele foi pretensioso e arrogante ao ponto de não se preocupar com isso".

A atriz também disse ter perguntado para Trump sobre sua mulher. "Ele disse: 'Ah, não se preocupe com ela', e mudou de assunto muito rápido", relatou. Stormy disse ainda que, enquanto estavam juntos, Trump insistia na ideia de que ela deveria aparecer na TV.

"Ele me disse uma vez que eu merecia ser reconhecida, bonita, inteligente, exatamente como sua filha". Ivanka Trump, então com 24 anos —Clifford tinha 26. "[Ele disse] 'As pessoas iam achar que você é burra com o cabelo loiro e os peitões, mas você é uma ótima mulher de negócios", afirmou Clifford. 

MAS QUEM É STEPHANIE CLIFFORD 

Clifford, que nasceu em 17 de março de 1979, começou a atuar como stripper aos 17 anos em sua cidade natal, Baton Rouge, no Estado da Louisiana, nos EUA. 

Segundo o tabloide "The Sun", seu pseudônimo, Stormy Daniels, é uma combinação do nome da filha do baixista da banda Mötley Crüe, Storm Brieann Sixx, e do whisky Jack Daniels. 

Já atuando em filmes adultos, Clifford foi premiada, em 2004, como nova estrela da revista "AVN" (Adult  Video  News), publicação ligada à indústria de filmes pornôs. Em 2014, ela ganhou sua estrela no "Hall da Fame" da AVN.  

Clifford também atuou em filmes convencionais, como "O Virgem de 40 anos" e "Ligeiramente Grávidos", além de ter participado do clipe "Wake Up Call", da banda Maroon 5. 

Ainda de acordo com a publicação, em 2009, empresários da indústria pornô tentaram emplacá-la na carreira política, sem sucesso. Ela decidiu que não iria concorrer a nenhum cargo alegando que a mídia não levaria sua candidatura a sério.  

PROGRAMA DE TV

Pelo Twitter, o apresentador Jimmy Kimmel anunciou, nesta sexta (26), que Clifford participará do seu programa na próxima terça, dia 30 de janeiro, que vai ao ar logo após o discurso de Trump. 

"Tenho o prazer de anunciar que a muito talentosa Stormy Daniels estará no #Kimmel, terça-feira 1/30 após o #StateOfTheUnion. Eu tenho muitas perguntas!", escreveu o apresentador na rede social. 

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem