Você viu?

Angelina Jolie Zumbi é diagnosticada com Covid-19 em prisão no Irã

Influencer ficou famosa por cirurgias que fez para tentar se parecer com atriz

Sahar Tabar, iraniana que se tornou conhecida internacionalmente por ser uma 'versão zumbi' da atriz Angelina Jolie
Sahar Tabar, iraniana que se tornou conhecida internacionalmente por ser uma 'versão zumbi' da atriz Angelina Jolie - Instagram/sahartabar_officialx
São Paulo

O Center for Human Rights informou que a iraniana Sahar Tabar contraiu o coronavírus em uma prisão do Irã, segundo o jornal americano The New York Post. Ela está internada e utilizando um respirador.

Famosa no Instagram em seu país, Tabar foi presa em outubro em meio a uma repressão nacional às celebridades do Instagram. Ela enfrenta uma série de acusações, incluindo blasfêmia, incitação à violência e incentivo à corrupção de jovens, por se expressar em sua rede social.

Os advogados da influencer tentaram tirá-la da prisão sob risco de contrair a doença, mas a liberdade não foi concedida. "Achamos inaceitável que essa jovem mulher tenha pegado o coronavírus nessas circunstâncias, por sua ordem de detenção ter sido estendida", disse o advogado de direitos humanos Payam Derafshan. "O juiz Mohammad Moghiseh recusou-se repetidamente a libertá-la sob fiança quando o coronavírus se espalhou por todo o país".

Autoridades da prisão em Teerã negaram que a estrela do Instagram tenha pegado a doença. "Parece que se tornou um hábito as autoridades negarem tudo", disse Derafshan ao CHRI. “Não faz sentido negar isso. O diretor da prisão deve reconhecer a infecção e admitir que ela foi hospitalizada."

O advogado pediu às autoridades que libertem Tabar e outros presos detidos por acusações não violentas em meio ao surto. "Muitas mulheres na prisão de Shahr-e Rey entraram em contato comigo e com minha colega sobre a terrível situação dentro da prisão e o medo que existe entre os presos [devido ao coronavírus]", disse ele.

“Queremos que as autoridades emitam uma ordem geral para permitir que esses prisioneiros sejam libertados temporariamente. Na ausência de juízes doentes ou que não vão ao trabalho, esta é a única solução.”

Houve pelo menos 77.995 casos relatados do vírus no Irã, com 4.869 mortes.

O nome verdadeiro da influencer é Fatemeh Khishvand. Ela ganhou fama mundial após suas fotos viralizarem na internet. Seu Instagram, com quase 30 mil seguidores, foi deletado depois que a jovem foi detida. No país de Tabar, esta é a única rede social de grande alcance legalizada. Outras, como Facebook, Twitter e Telegram, foram oficialmente banidas lá.

A iraniana provocou discussões sobre os excessos de cirurgias plásticas, mas, apesar dos rumores de que tenha se submetido a mais de 50 intervenções cirúrgicas, grande parte das suas fotos publicadas teria passado por edição digital. ​

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem