Você viu?

Youtuber Etika é encontrado morto em Nova York após revelar problemas com saúde mental

Um dia antes de desaparecer, Amofah publicou um vídeo com pensamentos suicidas

Daniel Desmond Amofah,conhecido como o YouTuber Etika - Handout / AFP
Nova York

O popular youtuber americano Desmond Amofah, 29, mais conhecido como "Etika" e famoso por jogar e fazer críticas de jogos da Nintendo, foi encontrado morto na segunda-feira (24) em Nova York, quase uma semana depois de ter desaparecido, informou a polícia nesta terça (25).

Etika teve uma conversa por telefone na quarta-feira (19) às 20h e depois desapareceu, segundo detalhou a polícia de Nova York, que havia lançado um anúncio público com sua foto para descobrir seu paradeiro.

Um dia antes de desaparecer, Amofah publicou um vídeo de oito minutos com pensamentos suicidas que preocupou seu fãs.

"Lamentamos informar que Desmond Amofah, conhecido como Etika, foi encontrado morto", comunicou a polícia em sua conta de Twitter.

A polícia encontrou o corpo de Amofah no East River na tarde de segunda-feira (17), perto do South Street Seaport, no sul de Manhattan, após uma chamada de emergência de uma pessoa que viu o corpo flutuando nas águas do rio. "Um médico legista determinará a causa da morte. A investigação continua", precisou.

Etika publicava há anos seus vídeos no YouTube e em outras plataformas como Twitch, e tinha centenas de milhares de seguidores, no Twitter e no Instagram.

Às vezes falava de seus problemas mentais, como no último vídeo, intitulado "Desculpa", que o mostra caminhando pelas ruas de Nova York falando de suicídio e dizendo que as redes sociais o "consumiram".

O vídeo foi eliminado pelo YouTube por violar as regras da plataforma, mas muitos o retransmitiram.

AFP
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem