Viva Bem

'Massagem milagrosa' ajuda a tratar problemas, reduzir celulite e é queridinha das celebridades

Anitta, Marquezine e Gagliasso já aderiram à técnica que une drenagem e modelagem

Renata Franca com Natalia Mesquita durante uma demonstração de uma massagem chamada Miracle Touch no Spa Renata França no Jd. Europa - Rubens Cavallari/Folhapress
Beatriz Vilanova
São Paulo

Academia e boa alimentação são essenciais para conseguir um corpo saudável, mas uma ajudinha das mãos também vai bem. A “miracle touch” (“massagem milagrosa”) é o truque final de famosas como Marina Ruy Barbosa, Anitta, Bruna Marquezine, Preta Gil, Ivete Sangalo e Monica Martelli –algumas, como Taís Araújo, já colocam o segredo em prática há 14 anos.

Trata-se de uma massagem com resultados imediatos, que usa técnica manual combinando movimentos da drenagem linfática e da massagem modeladora. A esteticista Renata França, 38, que tem um spa com seu nome na região do Jardim Europa, em São Paulo, explica como funciona a técnica.

"A massagem estimula o sistema linfático e sanguíneo, passando pelos vasos menores, os capilares”, conta a profissional em entrevista à Folha. “Tive a ‘sacada’ há 15 anos, mas nenhum curso dizia que poderia misturar essas técnicas, porque são antagônicas: uma é muito forte, e a outra não."

Para a gerente do Spa, Natália Mesquita, que integrou a equipe há dois anos, a técnica é “viciante”. "A vida inteira fiz drenagem linfática em outros spas, e sempre tive na cabeça que era mais relaxante, que fazia sentir sono. Mas a massagem de França é completamente diferente, e a pressão é um pouco mais forte que as massagens normais. A gente brinca que Renata tem uma pegada."

As sessões costumam durar uma hora, mas os resultados são expressivos a partir dos primeiros dez minutos de massagem –e duram em torno de dois a três dias, a depender do paciente. "Conseguimos fazer manobras modeladoras, tirando a gordura interna da coxa e a espalhando pelo corpo. Tiro o culote, melhoro o joelho e torneio a perna. Tudo isso sem equipamentos, totalmente com as mãos", diz França.

Ela afirma que não existe uma garantia de que a massagem emagreça o paciente, mas que, sem dúvidas, ajuda a reduzir medidas e até perder quilos. "Não emagrece, mas a roupa fica folgada na hora", diz. No caso da celulite, a massagem reduz o problema mesmo em casos de pacientes com o quarto grau (o mais grave), para o primeiro grau. Como o resultado não é definitivo, e sim progressivo, ela indica a aplicação da técnica de duas a três vezes por semana.

CLIENTELA FAMOSA

A modelo Cássia Ávila, primeira grande cliente de França, foi quem levou a profissional a Taís Araújo – quem, inclusive, batizou a massagem ao chamá-la de "milagrosa". O primeiro contato com Renata foi em 2005, às 5h. Fiquei impressionada: o resultado da massagem foi completamente diferente de todas as outras que eu tinha recebido até então. Daí em diante, não abro mão do procedimento, que transforma visivelmente meu corpo", diz Araújo.

Cada vez mais vaidosos, os homens também integram a lista dos que adotam a “massagem milagrosa”. Bruno Gagliasso, Joaquim Lopes e Roberto Justus são apenas alguns dos que já experimentaram a prática.

É através de nomes de peso como esses que muitas pessoas descobrem a técnica. A administradora Taruana Alfano, 33, por exemplo, descobriu há quatro anos através da influenciadora Lala Rudge, 29, e desde então, faz a massagem ao menos uma vez por semana. No caso dela, a massagem traz benefícios desde a desinchação até o aceleramento do metabolismo e melhor funcionamento do sistema digestivo.

"Modela bastante, sinto muito alívio nas dores que tenho nas pernas e saio sempre renovada. Tenho um pouco de celulite e o organismo muito inflamado, então quando termino a massagem, o aspecto já parece muito melhor. Drena bem o meu sistema linfático", conta a administradora.

A prática acaba ajudando na circulação, o que alivia problemas da administradora como a doença celíaca a síndrome do intestino permeável, e portanto, é recomendada até mesmo por médicos. "Sempre faço porque tenho muito problema de retenção e doenças autoimunes. Meu médico já fala para eu ter uma organização financeira destinada a isso", diz Alfano, lembrando de um episódio em que deixou de fazer a massagem por duas semanas e que seu médico pôde perceber apenas por olhar para ela.

"Essa é a única massagem que eu vejo resultado. Se eu fizer apenas a drenagem, não tenho um resultado desinchado como o da ‘miracle touch", completa".

Diferente do que se possa imaginar, segundo o médico da cliente, o corpo não fica “preguiçoso” com a massagem. Pelo contrário: ele precisa do estímulo para agir sozinho. Jovens e idosos – mesmo os com mais de 90 anos, como França costuma atender– estão liberados para conhecer a “miracle”.

Não são todos, no entanto, os que podem fazer a massagem: pessoas com processos infecciosos, inflamatórios, trombose, problemas de coagulação ou até mesmo febre não são indicadas à prática. "A essência da massagem é o bem-estar, mas hoje ela se destina muito à parte estética: reduzir medidas e perder gorduras. E por mais que a ‘miracle touch’ tenha o foco de esculpir o corpo, para mim, ela traz o benefício do bem-estar", diz Alfano.

HISTÓRIA DE SUCESSO

Depois de muitos meses sem conseguir atender às demandas da massagem, França conta hoje com seis salas em seu spa (incluindo uma para casais) e 14 terapeutas. As massagistas Débora Rodrigues e Lorena Sousa, que integram o time, explicam que só podem fazer até três sessões de massagens seguidas, uma vez que ela exige bastante do profissional.

Na técnica de França, o peso do corpo é colocado no ponto massageado de forma que as massagistas “nem percebem que estão fazendo força”, segundo elas mesmas dizem. O protocolo exige que todas as funcionárias passem por um curso de 15 a 30 dias com a própria Renata França, que faz questão de que todas saiam com a capacidade de reproduzir exatamente o que ela faz.

“Minhas alunas, que chamo de pupilas, são minhas mãos. E faço questão de treiná-las para ficarem com as mãos iguais às minhas”, diz França, que também tem uma escola em São Paulo onde recebe alunas de todo o Brasil e até mesmo de fora do país.

A profissional corre o Brasil ensinando a técnica, já tendo disseminado a prática para mais de 25 países. “Se Izabel Goulart fala que está no Catar e procura pessoas que repliquem essa mesma técnica que eu, eu já indico as minhas pupilas, que eu ensinei. Já ensinei quem mora na Alemanha, Croácia, Tailândia, Japão, China, Portugal, França, Dubai…".

As diversas turnês acabam limitando o tempo de França, mas ela faz questão de ainda atender suas clientes fiéis. A lista inclui Anitta, Ivete e Taís Araújo. Mais recentemente foi Marina Ruy Barbosa, que precisou de uma sessão “express” para a premiação da Glamour.​

Faça você mesmo: três dicas para aplicar a 'auto miracle'

França desenvolveu a "auto miracle touch" para que as clientes apliquem a massagem no próprio corpo e consigam manter o resultado dela por mais tempo. A técnica virou até um de seus cursos. Abaixo, ela dá dicas para fazer a automassagem em casa.

  1. Nunca passar o creme hidratante de cima para baixo, e sim de baixo para cima

  2. O creme deve ser passado das extremidades para o centro - desde a ponta da mão até o cotovelo, por exemplo

  3. Na região abdominal, a massagem deve ser feita de forma circular, sempre no sentido horário

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias