Viva Bem

Saúde está ligada ao autoconhecimento e ao bem-estar: conheça o projeto Inspira do Sesc

Durante um mês, unidades do estado de SP promovem o tema

Aula de yoga no mirante do Sesc Paulista é parte da programação do Inspirac
Aula de yoga no mirante do Sesc Paulista é parte da programação do Inspira - Rivaldo Gomes/Folhapress
Fabiana Schiavon
São Paulo

Dança como forma de terapia, cultivo de hortas e técnicas de respiração são práticas que podem dar prazer e que ajudam a cultivar o bem-estar. E são, ainda, sinônimo de saúde. Promover essa ideia é o objetivo do projeto Inspira, criado pelo Sesc São Paulo, que terá mais de 500 atividades pelas unidades de todo o estado. 

A programação vai até o fim de abril. “Queremos despertar o interesse das pessoas [nesses tipos de atividade] de modo que ela possa mudar seus hábitos. Queremos que as pessoas tenham mais consciência da condição de seu próprio corpo, de suas necessidades e de como está a sua relação com os outros à sua volta. Participar dessas atividades é uma oportunidade de praticar o bem-estar e de refletir sobre o tema”, afirma Danilo Santos de Miranda, diretor regional do Sesc São Paulo.

Médicos especialistas em promoção de saúde foram envolvidos na criação desse projeto. “Há estudos sobre o fato de que saúde não é só comer bem e fazer atividades físicas. Promover saúde é fazer o que dá prazer, ter autoconhecimento. Há outros pontos que vão muito além das dicas básicas que sempre ouvimos falar”, afirma Jair de Souza Moreira Junior, assistente da gerência de Saúde do Sesc São Paulo.

O interesse e a adesão do público na primeira edição do projeto chamou atenção, segundo Moreira Junior. “Muitos vieram porque querem fazer amigos, conviver com outras pessoas. É claro, nesses estudos, que a arte do encontro é parte da promoção do bem-estar. Incentivamos as pessoas a praticar o convívio, frequentando lugares públicos”, afirma o assistente.

Além de aulas de meditação e yoga, há exibição de filmes e apresentações de espetáculos para todas as idades – já que consumir arte e cultura é também uma prática salutar. “Qualquer atividade artística pode levar ao bem-estar”, diz Moreira Junior.

Todos esses pontos são levados a sério pela aposentada Regina Buchner, 65, que frequenta o Sesc Paulista há um ano. “Não saio de lá. Fiz a aula de yoga sabendo que ela faz parte desse projeto, mas eu participo de tudo. Fiz uma aula, recentemente, de bateroterapia, que usa as baquetas das baterias. O professor estudou anos nos Estados Unidos para colocar essa terapia em prática”, afirma Regina. “Já fiz bordado e pintura integrados à astrologia, frequento aulas de pilates e de ginástica. O ambiente do Sesc é melhor do que o de academia, e a gente ainda conhece pessoas”, conclui a aposentada.

Já praticante de yoga solitária, a estudante Emely Araujo, 21, fez uma das primeiras aulas de yoga do projeto Inspira, na unidade do Sesc Paulista. Ela diz que não é só essa prática que a faz se sentir saudável. “Faço treinos diários para me manter saudável, mas também procuro ler mais e me distanciar das redes sociais por um tempo, por exemplo. Tenho também como objetivo manter uma rotina em que eu consiga fazer tudo o que pretendo naquele dia. Ser produtiva me faz bem”, afirma a estudante.

Na mesma aula, a engenheira Natália Angelotti de Ponte Rodrigues, 28, diz que o importante é aprender a observar o corpo. “Percebemos o que dói, onde está tenso, acho que essas práticas servem como prevenção da saúde”, afirma a engenheira. ‘E aulas como essas, abertas a todo o público, são bem inclusivas, com exercícios mas simples‘, elogia Natália.

UM NOVO JEITO DE PENSAR A PREVENÇÃO

Para os especialistas envolvidos com o projeto Inspira, do Sesc São Paulo, promover o bem-estar é parte de uma nova forma de enxergar a prevenção. Se as vacinas eram uma forma der evitar doenças, graves, o jeito de promover saúde à população vem evoluindo, segundo Ricardo Rodrigues Teixeira, medico e professor do departamento de medicina preventiva da Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), que ajudou a desenvolver o projeto Inspira.

“Pensamos que estar com a saúde 100% não é apenas ter todos os exames em dia, mas ter a oportunidade de praticar o que faz bem. Uma mulher com câncer uma vez me disse que estava em sessão de terapia, mas estava se sentido bem, feliz e completa, porque conseguia fazer o que ela tinha vontade”, afirma Jair de Souza Moreira Junior, assistente da gerência de Saúde do Sesc São Paulo.

INSPIRE-SE

Autoconhecimento e a vida em sociedade são fatores que colaboram para o bem-estar. Anote essas dicas:

>> Arrume o que é seu. Analisar e entrar em contato com todas as coisas que você tem é uma forma de perceber o que é realmente importante e traz alegria para sua vida

>> Escute o seu corpo. Observar as reações físicas a determinadas atividades como lavar a louça, cuidar das plantas, dirigir, caminhar no parque e visitar a família, ajuda a identificar o que te dá prazer

>> Anote pensamentos e sentimentos. Coloque no papel as sensações experimentadas ao longo do dia, diante de diferentes situações. Elas são um registro valioso para se entender

>> Pratique o encontro, frequentando praças e parques, participando de cursos e eventos. Vá mais à feira livre e se aproxime de sua vizinhança 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias