Viva Bem

Veja dicas para organizar a casa, facilitar a rotina e até economizar dinheiro

Arrumação vira moda após o fenômeno Marie Kondo

A empresária Alessandra Rodrigues recebe orientações da personal organizer Letícia Esposel
A empresária Alessandra Rodrigues recebe orientações da personal organizer Letícia Esposel - Rivaldo Gomes/Folhapress
Karina Matias
São Paulo

Técnicas para arrumar a casa viraram assunto da moda após o sucesso mundial dos livros da japonesa Marie Kondo. A principal dica dessa guru da organização é tirar tudo do armário e, ao selecionar o que será descartado, segurar cada peça e se perguntar: isso me traz felicidade? Se sim, a peça continua. Caso contrário, está fora.

Se você já fez uma boa arrumação no seu guarda-roupas, é provável que tenha encontrado peças que nem lembrava que tinha comprado. A professora Fernanda Fini, 36 anos, que também é especialista em arrumação (personal organizer), tem dicas bem práticas: “Se você não usa a peça há mais de um ano, pode descartá-la.”

Para evitar que itens fiquem esquecidos no fundo do armário, a regra de ouro é deixar tudo visível aos olhos. Como? A primeira dica é pendurar as roupas em cabides. Outro segredo, uma espécie de mantra da organização, é não empilhar, mas enfileirar as peças. Ao colocar uma camiseta em cima da outra, por exemplo, é impossível ver o que está embaixo.

A personal organizer Letícia Esposel, 51 anos, diz que teve uma cliente que chegou a comprar três blusas iguais. “Ela tinha peças repetidas porque não conseguia visualizar tudo o que tinha no guarda-roupas”, conta. “O objetivo da organização é a economia: de tempo, de espaço e de dinheiro”, complementa Fernanda Fini.

 

A empresária Alessandra Rodrigues, 43 anos, que já contratou os serviços de Letícia, afirma ter aprendido muito. “Senti uma diferença enorme. Facilitou a rotina.” Letícia, por sua vez, diz que os benefícios de uma casa arrumada extrapolam a questão funcional. “Um ambiente limpo e organizado parece deixar tudo mais leve. Muda até o astral da casa.”

MÉTODO DEVE SER FUNCIONAL 

Depois de arrumar toda a casa, uma dúvida paira sobre a cabeça de muita gente: como manter a organização?

De acordo com as especialistas, é mais fácil conservar a casa organizada quando a arrumação atende às necessidades dos moradores. A dica é que cada um leve em conta a sua rotina.
Quem precisa trabalhar vestindo roupa social, por exemplo, pode deixar um espaço no guarda-roupas só para essas peças. “Depois de um tempo, é importante fazer uma revisão desses modelos para ver se eles funcionaram na prática”, aconselha a personal organizer Fernanda.

Letícia Esposel diz que o mais importante da organização é facilitar o dia a dia das pessoas. “A ideia não é deixar tudo bonitinho para fotos. Tem que ser funcional”, afirma.

LIVRO QUE ENSINA A ARRUMAR É SUCESSO

É simples o motivo que tornou a japonesa simpática e de ar tranquilo Marie Kondo a autora de um dos maiores best-sellers dos últimos tempos, “A Mágica da Arrumação” (R$ 34,90, 160 págs., Sextante): guarde o que te traz felicidade e descarte o que não traz.

Essa ideia fácil é capaz de mais do que simplesmente organizar casas. É uma ideia que tem o poder de colocar ordem na vida das pessoas, que passariam a aplicar o método em outros setores da existência.

A obra ajudou tanta gente que ganhou, além de uma série na Netflix (“Ordem na Casa”), um segundo volume: “Isso me Traz Alegria” (R$ 34,90, 272 págs., Sextante). Nesse livro, Marie reafirma a etapa mais importante do seu método: descobrir, entre tudo à sua volta, o que traz felicidade. (colaborou Vivian Masutti)


DICAS DE ORGANIZAÇÃO

Regras gerais

Primeiro passo: tire tudo dos armários. É importante conseguir visualizar todos os itens que possui, de roupas a objetos

Separe as peças em três blocos:
1) o que você não vai mais usar (doação ou venda)
2) o que deve ser levado para conserto
3) o que está em uso e deve ser guardado

- Evite empilhar roupas e objetos porque, assim, você acaba não vendo (e não usando) o que está por baixo

- Separar itens por categorias e usar etiquetas de identificação facilitam a rotina. Cestos e organizadores são ótimos aliados


QUARTO

- O ideal é que as roupas fiquem penduradas em cabides. Mas atenção: peças de lã não devem ser penduradas porque estragam

-Coloque duas calças por cabide, no máximo

- Crie seu próprio padrão. Você pode organizar as camisas por cor, do tom mais escuro para o mais claro, por exemplo

- Roupas que forem guardadas em gavetas não devem ser empilhadas, mas colocadas uma ao lado da outra 

Veja como guardar roupas no armário
Veja como guardar roupas no armário - Reprodução/Instagram/Letícia Esposel

- Separe meias e lingeries por cor ou tipo, o que preferir. Sutiãs de bojo ou arame não devem ser dobrados, mas guardados abertos para que não estraguem

- Sapatos devem ficar fora das caixas. Coloque um dos pés na frente e, o outro, atrás 

Modelo de como guardar calçados
Modelo de como guardar calçados - Reprodução/Instagram/Letícia Esposel

- Bolsas devem ser colocadas uma ao lado da outra

- Se for possível, coloque ganchos na porta do armário. Eles podem ser usados para guardar colares ou lenços e echarpes

Exemplo de como guardar colares
Exemplo de como guardar colares - Reprodução/Instagram/Letícia Esposel

COZINHA E LAVANDERIA

- Coloque os utensílios do dia a dia em armários de fácil acesso. Deixe as prateleiras da parte alta ou baixa para os objetos menos usados

- Taças e xícaras podem ser penduradas em ganchos no alto das prateleiras

- Se a manhã é corrida, deixe separados os utensílios e os alimentos do café da manhã: leite, queijo, frutas etc.

- Observe a data de validade dos alimentos. Aqueles que estiverem próximo do vencimento devem ficar na frente

- Separe panelas e frigideiras. Uma dica é usar divisórias de livros feitas de acrílico 

- Use o mesmo método para organizar os produtos de limpeza 

Exemplo de como guardar produtos de limpeza
Exemplo de como guardar produtos de limpeza - Divulgação
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias