BBB20

BBB 20: Pyong deve ser eliminado em disputa acirrada com Guilherme, diz enquete

Brother pode deixar o programa na noite desta terça-feira (3)

Pyong Lee - Victor Pollak/Globo
São Paulo

Em disputa bem acirrada, Pyong deve ser o eliminado da noite desta terça-feira (3) no Big Brother Brasil 20. É o que aponta enquete feita com leitores do F5, que até às 21h indicava 51% das intenções de votos para o youtuber, contra 44% para Guilherme, e 4% para Gizelly

A formação do paredão desta semana foi diferente da tradicional. Indicado pela líder Ivy, Guilherme teve o direito de escolher quem ele iria enfrentar. O modelo colocou Pyong na berlinda, querendo, nas palavras dele, que o público julgue o que o hipnólogo está fazendo no reality.

Felipe Prior foi o mais votado na casa e também teve que indicar alguém para o paredão. Ele escolheu Gizelly. Ela, o arquiteto e Pyong disputaram a prova bate e volta. Prior venceu a disputa e conseguiu se livrar da berlinda. 

Pyong tem uma participação recheada de polêmicas na casa. Antes mesmo do início do programa, ao ser anunciado como um dos brothers famosos do BBB, o hipnólogo foi criticado por entrar no reality com a mulher, Sammy, grávida de oito meses. De fato, o youtuber perdeu o nascimento do filho, Jack, que veio ao mundo no dia 16 de fevereiro. 

Nos primeiros dias de confinamento, Pyong conquistou o público ao ensinar para as sisters dentro da casa  a coreografia da música “Pesadão”, de Iza.

Com o passar do tempo, porém, ele foi sendo acusado pelos outros participantes de ser manipulador e entrou em brigas com Felipe Prior e Guilherme. 

O momento mais tenso de Pyong no BBB foi na festa do dia 9 de fevereiro, quando a expulsão dele chegou a ser pedida nas redes sociais. Na ocasião, ele abraçou Marcela por trás e depois ameaçou dar um beijo nela. Na ocasião, a sister se mostrou um pouco incomodada, já que o ato foi impulsivo e ele tem uma mulher fora do reality.  

Na mesma festa, Pyong abraçou Flayslane e pareceu apertar o bumbum da cantora.

Pyong foi chamado ao confessionário e avisado dos atos. Ele alegou que a bebida o havia feito perder o controle. Depois do ocorrido, ele pediu desculpas à mulher diversas vezes. Ele também parece ter ficado mais retraído na postura e no jeito de agir.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem