BBB18

Após mais de 48 horas sem tomar banho no 'BBB 18', Ana Clara leva bronca do pai

A ruivinha ficou quase três dias sem chegar perto do chuveiro

 

Ana Clara no 'BBB 18'
Ana Clara no 'BBB 18' - Divulgação/TV Globo

 

Erramos: esse conteúdo foi alterado

São Paulo

Nesta segunda-feira (26), Ana Clara voltou aos tempos de infância: ela foi obrigada a tomar banho pelo pai, Ayrton.

A carioca estava há mais de 48 horas sem entrar no chuveiro. Telespectadores mais atentos do pay-per-view afirmam que ela não tomava banho desde as 20h de sexta (23).


Ressaca braba: Jéssica tem diarreia no chão da cozinha
Marcelo Arantes: Família Lima se consolida protagonista do 'BBB 18'
Jéssica e Lucas são um casal ou não? Vote na enquete


O pai, Ayrton, já havia chamado a atenção da jovem em outras ocasiões. "Tem que tomar banho", disse ele.

Os pés sujos de Ana Clara, que anda descalça pela casa, também foram alvo de reclamação entre outros participantes, como de Paula. Logo depois, Ana Clara foi tomar banho. 

PAI E FILHA

Em análise publicada nesta segunda-feira (26), o colunista do "F5" Marcelo Arantes expõe sua tese de que Ayrton e Ana Clara seriam os protagonistas do "BBB 18".

Segundo Marcelo, Ayrton parece acreditar que a educação que deu à filha de 20 anos não a preparou para a exposição em um reality show. "Mas de fato quem está preparado? Ele próprio não está e seu despreparo está na incapacidade de compreender a diferença entre ser um pai autoritário e educador", expõe Arantes.

"Ana Clara se destaca positivamente no jogo por ser independente e fazer uma leitura que se aproxima dos interesses da direção. Também consegue se envolver com a maior parte das narrativas que se estabelece entre os adversários, e como jogadora acerta nas indicações ao paredão."

ERRAMOS: O conteúdo desta página foi alterado para refletir o abaixo

Ao contrário do que disse o texto inicialmente, Ana Clara não recebeu alerta da produção do reality para tomar banho.

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem