Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Televisão

Maiara e Maraísa serão 'madrinhas' do irmão de Marília Mendonça na Globo

Elas vão lançar a dupla que Gustavo formou com Dom Vittor no Fantástico

Estúdio de gravação do programa Fantástico, com seis pessoas sentadas de frente uma para a outra, em frente a uma foto gigante de Marília Mendonça
Poliana Abritta e Maju Coutinho recebem Maiara, Maraísa, Dom Vittor e Gustavo no ‘Fantástico’ deste domingo (5) - Divulgação
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

No dia em que a morte de Marília Mendonça completa um mês, o Fantástico (Globo) vai fazer uma homenagem para a cantora. O programa vai receber a dupla Maiara e Maraísa para fazer o lançamento do projeto musical do irmão dela, João Gustavo.

As duas amigas assumiram a função de "madrinhas" da dupla que ele formou com Dom Vittor. Gustavo e Dom Vittor vão trabalhar com boa parte dos músicos que estavam na equipe de Marília, que era a maior incentivadora deles.

Além de falar sobre a perda da "rainha da sofrência" e o processo de seguir em frente, os rapazes farão uma performance da música "Calculista", gravada em parceria com Marília antes de sua morte.

Já Maiara e Maraísa, que também tinham parceria em curso com a cantora, tendo lançado o álbum "As Patroas" em trio pouco antes do acidente aéreo, falam sobre legado musical deixado pela colega. O quarteto vai cantar junto uma versão de "Esqueça-Me Se For Capaz".

Marília Mendonça foi vítima de um acidente no dia 5 de novembro. O avião particular que a levava para o aeroporto de Piedade de Caatinga, cidade onde iria se apresentar, caiu em uma área de mata. Além da artista, morreram seu tio, Abiceli Silveira Dias Filho, o produtor Henrique Ribeiro, o copiloto, Tarciso Viana, e o copiloto, Henrique Ribeiro.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem