Televisão

Luciano Huck relata ansiedade com indefinição antes da estreia do Domingão

'Vou estrear antes?', questionou após cancelamento do futebol

Luciano Huck - Marcos Rosa/Globo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O apresentador Luciano Huck, 50, mostrou em suas redes sociais um momento de ansiedade antes de sua estreia no Domigão com Huck (Globo). Isso porque a ideia era que o programa fosse ao ar após o jogo entre Brasil e Argentina, que não aconteceu.

“O que acontece quando você está para entrar ao vivo depois do jogo e parece que vai ser cancelado? Você fica pensando ‘será que vou entrar antes? Será que o jogo vai entrar antes? Vai entrar um filme? O que vai acontecer? Eu não sei. Se alguém souber me avisa, por favor? O que será que vai acontecer?”, brincou ele.

O duelo entre Brasil e Argentina pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo, na Neo Química, em São Paulo, foi interrompido com apenas 7 minutos de partida por suposta irregularidade na entrada de quatro jogadores argentinos no país. A Globo optou por coloca um filme antes do programa.

Mais cedo, Huck mostrou sua chegada à emissora para a estreia do programa, que vai substituir a Dança dos Famosos, apresentado por Tiago Leifert desde o afastamento de Fausto Silva, que vai para a Band. Seu programa deve estrar em janeiro de 2022. ​

Com Huck, voltará também às tardes de domingo a plateia presencial, elemento de peso para a temperatura do show --até a chegada da Covid, nunca antes na história dos programas de auditório se imaginou que pudesse haver programa de auditório sem auditório.

Nesse recomeço, a ideia é que a plateia seja híbrida, com espaço para público online e para para espectadores presentes no estúdio. Para participar, a Globo vem exigindo imunização completa das pessoas, que também são testadas antes das gravações e não podem abrir mão do uso de máscaras.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem