Televisão

'Salve-se Quem Puder' volta à Globo com transmissão desde o início a partir de março

Tramas suspensas devido à pandemia retornam no próximo mês

Alexia ( Deborah Secco ), Luna ( Juliana Paiva) e Kyra ( Vitória Strada ), em 'Salve-se Quem Puder' (Globo)
Alexia (Deborah Secco ), Luna (Juliana Paiva) e Kyra (Vitória Strada ), em "Salve-se Quem Puder" - Victor Pollak/TVGlobo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Após quase um ano suspensas, as novelas “Amor de Mãe” e “Salve-se Quem Puder” retornarão à programação da Globo a partir de março, e com novidades. Segundo a emissora, a trama das 19h voltará a ser transmitida desde o começo, a partir do dia 22. Assim, os episódios inéditos deverão retornar apenas em maio.

Escrita por Daniel Ortiz, “Salve-se Quem Puder” foi interrompida em 30 de março do ano passado, devido à paralisação das gravações em decorrência da pandemia da Covid-19. Desde então, ela foi substituída pelas reprises de “Totalmente Demais” (2015-2016) e “Haja Coração” (2016) --essa segunda terminará no próximo dia 20.

Apesar de ter admitido na época que foi pego de surpresa pela suspensão da novela, o autor conseguiu dar uma cara de final de temporada aos últimos episódios, assim como Manuela Dias tentou fazer com “Amor de Mãe”, que ocupava a faixa das 21h na época. “Deixaremos aquele gostinho de quero mais”, disse Ortiz na ocasião.

Em seus momentos finais, “Salve-se Quem Puder” mostrou o segredo de Alexia (Deborah Secco), Kyra e Luna (Juliana Paiva) por um fio após Dominique (Guilhermina Guinle) descobrir que uma das três testemunhas da morte do juiz Vitório (Ailton Graça) ainda está viva e não morreu durante a passagem do furacão em Cancún.

Na semana anterior a sua suspensão, “Salve-se Quem Puder” marcou 32 pontos de audiência, o seu recorde, na Grande SP. A reprise de “Haja Coração”, também escrita por Daniel Ortiz, fez 25 pontos na última semana, apesar de o pico da trama, registrado na segunda-feira (8), ter sido de 29 pontos no Ibope --cada ponto equivale a 76 mil domicílios.

Mas antes mesmo do retorno de “Salve-se Quem Puder”, o público já poderá começar a acompanhar os episódios inéditos de “Amor de Mãe”, também suspensa desde março passado. A novela retornará no dia 1º de março e por duas semanas irá dividir a faixa das 21h da Globo com a reprise de “A Força do Querer” (2015).

Segundo a emissora, “Amor de Mãe” assumirá o horário completo no dia 15 de março e deverá trazer a aguardada descoberta de Lurdes (Regina Casé) sobre seu filho desaparecido. A primeira parte da novela terminou com Thelma (Adriana Esteves) tomando atitudes extremas para evitar a revelação de que Danilo (Chay Suede) é essa criança.

A expectativa é para ver a reação da novela de Manuela Dias na audiência, já que a trama demorou para superar os 30 pontos no Ibope em sua primeira parte, o que tem sido mais fácil para as reprises que a substituíram: “Fina Estampa” (2011-2012) e “A Força do Querer”. Essa segunda chegou aos 32 pontos na última semana na Grande SP.

OUTRAS NOVIDADES

Apesar do retorno das novelas das 19h e 21h, a Globo optou por manter as reprises na faixa das 18h. Com isso, será transmitida a partir de 1º de março o folhetim “A Vida da Gente” (2011-2012), de Lícia Manzo, substituindo "Flor do Caribe" (2013). Assim, a inédita “Nos Tempos do Imperador” continua em gravação, sem data certa de estreia.

Outra novidade para março é o retorno de segunda versão de ‘Ti Ti Ti’ (2010-2011), de Maria Adelaide Amaral, no Vale a Pena Ver de Novo. A trama voltará à programação no dia 29 de março, dividindo a faixa com “Laços de Família” (2000-2001) na primeira semana, e assumindo-a por completo a partir de 5 de abril.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem