Televisão

Jornal Nacional terá estreia de dois novos apresentadores no sábado

André Trigueiro, da GloboNews, e Mônica Teixeira, do RJTV, farão parte do rodízio

André Trigueiro e Sebastião Alves
André Trigueiro - Paulo Belote/Globo
São Paulo

Os jornalistas André Trigueiro, da Globo News​, e Mônica Teixeira, do RJTV, vão estrear na bancada do Jornal Nacional neste sábado (4). A informação foi divulgada pelo site Notícias da TV e confirmada pela Globo ao F5.

Os dois apresentadores vão fazer parte do time de plantonistas do JN, que teve a sua equipe reduzida por causa do avanço do novo coronavírus no Brasil.

Em meados de março, a Globo suspendeu o rodízio de âncoras do país na bancada do telejornal, iniciativa que foi adotada em comemoração aos 50 anos do JN, no ano passado, e que foi estendida para 2020. A medida foi necessária, segundo a emissora, como forma de reduzir as viagens dos jornalistas durante a pandemia.

Pouco depois da decisão, Marcelo Magno, da afiliada da Globo no Piauí e que participava do rodízio, recebeu o diagnóstico de coronavírus. Ele chegou a ficar internado na UTI, mas se recuperou e está curado.

Os plantonistas de São Paulo do JN, César Tralli, Maju Coutinho, Rodrigo Bocardi e Roberto Kovalick, além de Giuliana Morrone, de Brasília, também foram tirados do rodízio para evitar o deslocamento deles por avião.

Outra medida adotada pela emissora foi afastar os jornalistas com mais de 60 anos por causa do risco de contaminação. A emissora afirmou que eles ficarão em casa por tempo indeterminado, “alguns trabalhando em esquema de home office e, se for o caso, poderão ser acionados pela internet".

Desta forma, Chico Pinheiro, 66, que também era plantonista, não pode mais participar do rodízio.

A equipe, portanto, ficou reduzida a Ana Paula Araújo, Flávio Fachel, Mariana Gross e Helter Duarte, além dos titulares William Bonner e Renata Vasconcellos, que fazem parte dos plantões de sábado. Agora, André Trigueiro e Mônica Teixeira se juntam ao time.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem