Televisão

MTV faz campanha para incentivar Millennials e Geração Z a votarem em eleição dos EUA

Iniciativa +1thevote inclui planos para abrir novas seções eleitorais em universidades

Logos de canais da rede MTV em prédio da empresa em Pasadena, na Califórnia
Logos de canais da rede MTV em prédio da empresa em Pasadena, na Califórnia ORG XMIT: FW1 - Fred Prouser-13.jul.2016/Reuters
Jill Serjeant

Em 1990, Madonna apareceu de biquíni preto e envolta na bandeira dos Estados Unidos para incentivar os espectadores da MTV a votarem nas eleições daquele ano para o Senado norte-americano, como parte da campanha “Rock the Vote”, que misturou cultura pop e política.

Trinta anos depois, quando os Millennials e a Geração Z estão prestes a superar numericamente a geração Baby Boomer em uma eleição presidencial pela primeira vez, a MTV lançou sua campanha de incentivo ao voto mais ambiciosa nesta terça-feira (19), indo além das celebridades para capitalizar o ativismo jovem emergente.

A iniciativa “+1thevote”, que se estenderá por um ano nas várias plataformas de TV, redes sociais e eventos ao vivo da MTV, inclui planos para abrir novas seções eleitorais em universidades, patrocinar bailes de formatura com postos de registro eleitoral e integrar mensagens pró voto em shows.

"Não é preciso olhar além das greves contra a mudança climática, e o que está acontecendo nas ruas, para ver que esta é uma geração engajada", disse Brianna Cayo Cotter, vice-presidente sênior de impacto social da MTV e suas plataformas associadas VH1, CMT e Logo.

"Mas eles têm que votar nesta eleição para pegar essa paixão e transformá-la em poder político. Este é o objetivo desta campanha —como ajudamos jovens que são tão entusiasmados, mas para os quais votar não foi realmente concebido na atualidade”, disse ela.

A campanha é voltada a quem votará pela primeira vez, especialmente os 4 milhões de norte-americanos que farão 18 anos a tempo para a eleição presidencial de 8 de novembro, e almeja fazer da votação uma experiência a ser compartilhada com amigos.

Os Millennials e a Geração Z —aqueles nascidos entre 1981 e 1996 e após 1996, respectivamente— representarão 37% do eleitorado dos EUA, de acordo com um relatório de janeiro do Centro de Pesquisas Pew, superando pela primeira vez a geração nascida entre 1946 e 1964.

A MTV está bem posicionada para chamar sua atenção por ser o canal a cabo não esportivo mais assistido por jovens de 18 a 34 anos do país no horário nobre, segundo dados da consultoria Nielsen.

Os últimos três anos testemunharam uma disparada no ativismo jovem ligado a questões que vão da mudança climática, em parte inspirada pela ativista sueca de 16 anos Greta Thunberg, ao controle de armas, os direitos civis e a imigração.

Mas depois de meses de pesquisa a MTV descobriu que, para as duas gerações que cresceram com internet e smartphones, o processo de se registrar e votar pode parecer complicado.

Reuters
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem