Televisão

Vice da RedeTV! diz que Mega Senha tem bom faturamento e não liga para ibope

Marcelo de Carvalho ama ser showman: 'Não quero ser sério na TV'

 
Marcelo de Carvalho durante o comando do Mega Senha
Marcelo de Carvalho durante o comando do Mega Senha - Divulgação/RedeTV!
Leonardo Volpato
São Paulo

Marcelo de Carvalho, 58, vice-presidente e cofundador da RedeTV!, não parece ter dúvidas de que sua vida mudou para melhor depois que estreou, em 2010, o game show Mega Senha. Desde então, ele acumula a função de apresentador e aquela bem mais burocrática, a de chefe. 

“Virar a chavinha é a coisa mais difícil que existe, é como se tivesse um celular com dois chips, só que um não conversa com o outro. No cargo executivo são macro temas, reuniões, só tiro o dia todo. Aí quando dá umas 16h30 e eu vou gravar e apresentar o Mega Senha é a melhor parte do meu dia. Brinco, dou risada, me divirto. Ser vice-presidente é a parte chata”, conta Carvalho. 

No começo, ele dividiu a apresentação com a então esposa, Luciana Gimenez, que deixou a atração quando engravidou do filho dos dois, Lorenzo, hoje com oito anos. Desde então, Carvalho apresenta sozinho o programa –exibido aos sábados e domingos e que já entregou quase R$ 13 milhões em premiação. 

Após quase dez anos, Carvalho se orgulha de nunca ter reprisado um programa sequer. Ele costuma gravar duas vezes por semana atrações no estúdio e, mesmo quando está de férias, há material inédito à disposição. “Tenho muita inveja dos outros apresentadores que acordam tarde, vão para a academia, fazem tratamentos faciais, almoçam com amigos e depois vão gravar. Minha rotina começa às 8h."

"Sou muito organizado e rigoroso. Faço questão de chegar na hora e só conhecer os convidados no palco, para ter a mesma reação do público”, explica Marcelo de Carvalho. Ele não usa ponto eletrônico nem roteiro. “Vai tudo na hora, da minha cabeça.”

Na dinâmica do Mega Senha, o intuito dos participantes é acertar uma determinada palavra. Para isso, geralmente há um artista ou influenciador digital para ajudá-lo. Esse ajudante só pode dar dicas de uma em uma palavra. Quanto mais palavras o candidato acertar, mais dinheiro ele acumula no jogo.

Recentemente, Marcelo trouxe uma novidade para a atração: a possibilidade de o público de casa interagir com o jogo. Em um determinado momento, o apresentador faz um desafio para o telespectador, que grava com o celular e manda o vídeo. Os mais legais faturam R$ 1.000.

Marcelo de Carvalho conta que não há a menor vontade dele de migrar para um outro tipo de atração. “Já me falaram para fazer entrevistas, falar de política... Não tenho a menor vontade. O que eu gosto é de programa de auditório, que dá prêmio em dinheiro e brinca com todos. Faço porque me sinto bem. Não tenho a menor vontade de ser sério na TV."

Sério mesmo talvez ele só seja em frente à grande mesa de seu escritório no andar superior da RedeTV!, na função de vice-presidente. A reportagem acompanhou uma gravação do programa, que será exibida neste sábado (5), e pode comprovar um pouco dessa faceta do empresário/apresentador. Com tudo na cabeça, ele comandou o jogo como se fosse ao vivo, quase sem errar. Ele distribuiu brindes, fotos, beijinhos e brincadeiras para a plateia. Mostrou que, de fato, é no palco que ele se diverte. 

Sobre os famosos e influenciadores digitais que participam do game, Carvalho procura saber detalhes deles durante o momento em que se maquia. Ele ouve músicas deles quando são cantores, vê vídeos quando fazem parte de algum canal no YouTube e tira dessa pesquisa histórias que serão abordadas com os convidados dentro do palco. O resultado é um programa mais dinâmico e divertido, bem ao estilo Marcelo de Carvalho de ser.

"O Mega Senha é um dos maiores faturamentos da casa, caso não fosse eu tentaria outra coisa ou pararia”, define o showman, que acrescenta que não fica vidrado em ibope e só acompanha mensalmente o andamento do programa para traçar estratégias.

O programa registra média de 3 pontos na Grande SP (cada ponto equivale a cerca de 72 mil domicílios). Está entre os três programas mais assistido do canal. Também é sucesso comercial. A emissora não divulga números, mas aponta que o game show tem grandes anunciantes e figura entre os principais destaques de faturamento.

RECONHECIMENTO

Com o trabalho vem também o reconhecimento. Para Carvalho, é gostoso ser parado na rua, mesmo que, em algumas oportunidades, a abordagem seja um tanto quanto diferente. “Gosto de ir sozinho ao mercado uma vez por semana. Em uma delas, uma senhora me parou e disse: ‘você é ele’. E eu disse: ‘não sou, não. E ela retrucou: ‘claro que você é ele’. Aí eu confirmei e então ela emendou: ‘você na TV é mais velho, baixo e gordo’. Eu não sabia se aquilo era um elogio ou uma crítica”, diverte-se.

Em outro episódio, ele diz que ia a uma festa, onde havia uma menina linda. "Eu já estava separado. Ela ficou me olhando e falou que o que ela mais queria era tirar uma foto comigo. Eu todo feliz fui tirar a foto. E quando eu estava quase pedindo o telefone dela, me fala: ‘minha avó é sua fã’”, gargalha.

Fora esses dois momentos, Carvalho conta que o feedback dos fãs é ótimo. Muito por conta da desenvoltura dele e de sua pouca timidez. Para ele, falar para uma plateia de duas pessoas ou de duas milhões é a mesma coisa. Tanto que, apesar de a formação dele ser de engenheiro químico, foi com a escola de vendas que se deu melhor. E talvez seja justamente essa técnica que faça com que Marcelo de Carvalho consiga se dar bem com o público. “Vivo uma fase muito feliz”, conclui .

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem