Televisão

Afastamento de William Waack repercute na imprensa estrangeira



O afastamento do jornalista William Waack pela Globo após acusação de racismo foi noticiado pela imprensa internacional nesta quinta (9).

A agência internacional Associated Press divulgou a informação, que foi publicada no "The New York Times" e no "ABCNews", jornais dos EUA, e em outros veículos.

"A TV Globo, uma gigante da mídia brasileira, suspendeu o âncora de um de seus programas de notícias depois que um vídeo circulou on-line no qual ele parece fazer comentários racistas", diz um trecho do texto.

No vídeo, Waak, que era apresentador do "Jornal da Globo", aparece antes de uma entrevista com Paulo Sotero, diretor do Brazil Institute, do Wilson Center, num estúdio em frente à Casa Branca, nos EUA.

"Tá buzinando por quê, seu merda do cacete? Não vou nem falar porque eu sei quem é", afirma Waack. Na sequência, o jornalista olha para o convidado e diz, em tom baixo: "É preto. É coisa de preto."

Afastamento de William Waack repercute no NYT




Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem