Música

Pabllo Vittar afirma que o melhor de seu álbum vem em 2020 e faz convite para Ivete Sangalo

Cantora lança às 21h desta quinta (31) seu 3º álbum, chamado '111'

Pabllo Vittar lança seu terceiro álbum,

Pabllo Vittar lança seu terceiro álbum, "111", nesta quinta Léo Franco/ AgNews

Fernanda Pereira Neves
São Paulo

Anunciado há quase seis meses, o álbum “111” de Pabllo Vittar, 24, será lançado nesta quinta-feira (31), ou pelo menos uma parte dele. Nesse primeiro momento, serão quatro canções, sendo duas inéditas, enquanto o restante —mais seis músicas— deve sair apenas em 2020. Segundo ela, o bolo da festa. 

“Quando você chega em uma festa de aniversário, você já vai comendo o bolo? Ou começam pelo brigadeiro? Vamos nos deliciar com a primeira parte, que o bolo vem no próximo ano”, diz ela, em tom de brincadeira, ao lançar projeto como parte das comemorações de seu aniversário, celebrado nesta sexta (1°). 

Pabllo explica que optou por dividir o projeto em duas partes por uma questão de mercado. O consumo de música, segundo ela, mudou, e os fãs buscam novidades constantemente. Por isso, serão lançadas agora as já conhecidas “Flash Pose” e “Parabéns”, e as inéditas “Amor de Que” e “Ponte Perra”, sendo essa última em espanhol.

 

“É muito massa chegar lá fora, cantar uma música em português. Quando fui fazer as paradas [LGBTQ+] foi muito legal, porque conheci fãs que sabiam a minha música e se esforçavam para cantar “Corpo Sensual”, “Buzina”. Eles com aquele sotaque... Se eles cantam no meu idioma, porque não posso cantar no deles? Isso é muito lindo.” 
 
Além do espanhol, Pabllo arriscar também no inglês nesse novo trabalho. Para toda essa novidade, ela conta que fez um curso intensivo de inglês no ano passado, antes de uma temporada nos Estados Unidos. Já o espanhol, ela conta que assistiu muito a novela mexicana “Rebelde” (2004-2006). “Sou formada em RBD”, afirma.  

Fora isso os idiomas são poucos os detalhes que ela dá sobre o novo trabalho. Diz que os fãs terão que esperar para ver as novidades, tanto as desta quinta quanto as do próximo ano, mas afirma ter várias influências, como, por exemplo, dos ritmos reggaeton, tecno, afro beat, axé e até o arrocha. 

Já em relação às parcerias, ela confirma apenas que uma delas será com uma “rainha”. Ao ser questionada se seria Ivete Sangalo, Pabllo desconversa e aproveita para fazer um convite à cantora baiana: “Está gravando? Estou te fazendo um convite aqui para segunda parte do meu álbum”, afirma ela, em meio a risos. 

INFLUÊNCIA NO MUNDO

Além do novo projeto, Pabllo comemora muitas outras novidades em sua carreira. A maranhense foi escolhida uma das líderes da próxima geração pela revista Times e será a primeira brasileira a se apresentar no MTV EMA, uma das principais premiações europeias de música, que acontecerá na Espanha no dia 3. 

“A mensagem que eu quero passar para essas novas gerações é que elas podem qualquer coisa. Quando eu era criança, as pessoas falavam que eu não ia conseguir nada. Mas vocês podem, basta querer”, afirma, e completa: “Não sinto pressão por ser uma influência. Até porque não estou sozinha, tem muita gente de bem nesse papel.” 

Já sobre o EMA, Pabllo fará um pré-show no tapete vermelho: “Será uma apresentação especial, de muito ‘Flash Pose’, dança e alegria para os telespectadores de todo o mundo”, diz a cantora, que promete aparecer com um "look" que lembrará os tempos de ouro das angels da Victoria Secrets. 

A cantora também está na lista de atrações do Lollapalooza 2020, e promete um show especial. A torcida, no entanto, é para um encontro com a cantora americana Lana Del Rey, 34, também confirmada para o evento. “Vai ser o encontro da minha vida”, afirma ela, declarando ser muito fã da colega. 
 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Mais lidas