Música

Solange Almeida quebra o silêncio e diz que processa banda Aviões: 'Cansei de ser saco de pancada'

Cantora deixou o grupo no início de 2017 e pede um valor alto

Solange Almeida, ex-vocalista da banda Aviões do Forró
Solange Almeida, ex-vocalista da banda Aviões do Forró - Fabiano Battaglin/Gshow
São Paulo

​A cantora Solange Almeida, 44, está processando a sua antiga banda, a Aviões do Forró. Ela  deixou de ser uma das sócias e vocalista em fevereiro de 2017 e busca na Justiça os seus direitos. De acordo com o jornalista Léo Dias, ela pede R$ 5 milhões.

“Queria dizer que essa ação é verdadeira. Por respeito com a história que eu tinha vivido com a banda eu não quis ser a vítima da situação e não quis de certo modo criar um mal-estar, então aceitei tudo o que foi proposto. A minha saída do Aviões, chamei os sócios e disse que não ficaria mais na banda, e que eu os daria dois anos para isso [se programarem]. Aí eles me disseram em 2016 que iriam acabar com o Aviões dia 1º de setembro de 2017”, disse.

Porém, segundo Solange, as coisas começaram a mudar com o anúncio da saída, em 2017. “Simplesmente fiquei na minha. Logo em seguida fui convidada pelo Fantástico para dar uma nota, e eles [sócios da banda] simplesmente não deixaram. Me colocaram dentro do quarto no Piauí e pediram que eu fizesse um vídeo junto com Xand [atual vocalista] e eu fiz. E aí eu levei a culpa inteira que eu era a ingrata, que eu era a escrota, que eu queria mais dinheiro”, revelou.

Chateada com toda a situação, Solange conta que não queria que todo esse problema viesse a público. Mas, agora, ela irá até as últimas consequências para receber o que, segundo ela, lhe é de direito. “Alguns dias depois eu assinei a minha saída da sociedade e eles ficaram certos de me pagar a parte que me cabia. Esperei quase dois anos e nada foi feito. Eu estava perdendo esse tempo. Ingressei na Justiça em fevereiro para março deste ano para que eu tivesse meus direitos reconhecidos", afirmou.

"Qualquer pessoa que trabalhe tem que ter seus direitos. Dediquei uma vida e abdiquei de muita coisa. Cansei de ser saco de pancada”, completou.

A cantora conclui dizendo que fica triste com a repercussão negativa e que até chora porque não queria que as coisas tivessem chegado a esse ponto. “Tinha na minha cabeça que essa história iria ser linda do começo ao fim. Quantas tentativas de encontros para sentar, tomar um vinho e dar um abraço. Todas me foram negadas. Vocês não tem ideia de tudo o que eu passei.”

Procurada, a assessoria de imprensa da banda não respondeu às solicitações até a publicação deste texto.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem