Música

Do YouTube a aposta da nova MPB, Clara Valverde conquista fãs com pop romântico

Antes da música, cantora de 23 anos cursou várias faculdades

Cena do clipe "Somos Dois" de Clara Valverde
Cena do clipe "Somos Dois" de Clara Valverde - Sarah Outeiro/Divulgação
Fabiana Schiavon
São Paulo

Clara Valverde, 23, não veio de uma família de músicos nem imaginou que seria cantora. Tentou de tudo. Estudou arquitetura, publicidade, moda até cursar música. Sem pretensões, divulgou vídeos no YouTube, até ser abraçada por um produtor e se tornar uma aposta da nova MPB. 

"Aproveitei toda a minha formação para tratar a música como um produto. Sabia fazer e editar um vídeo e resolvi ir em frente para sentir se as pessoas gostavam. Deu certo", conta Clara, que diz estar pronta para novos desafios e lança sua segunda música autoral, "Somos Dois", em pouco mais de três meses de carreira. 

Clara é a aposta do produtor musical Rique Azevedo, que também trabalha com Sophia Abrahão e Jonatas Faro. Também compositor, ele é lembrado pelo sucesso "Você Desperdiçou", de Sandy e Junior. 

Filha de médico e engenheiro, Clara conta como chegou a dedicar seus dias à música. "Primeiro eu estudei arquitetura, mas vi que não tinha muito a ver comigo. Estava infeliz, trabalhando em escritório. Resolvi estudar moda e música como hobbie e, de repente, conheci pessoas que viviam de música. Isso foi há três anos só. Não posso reclamar não, porque tudo aconteceu muito rápido."

 

Até encontrar seu produtor, Clara fazia seus próprios vídeos com trechos de versões de outras canções de artistas como Johnny Hooker e Hélio Flander. Ela manteve a experiência por um tempo até achar a sua personalidade musical.

"Quando conheci meu produtor, eu estava muito crua e fui me descobrindo ao fazer versões", diz a artista, que se acha muito mais pop do que uma representante de uma nova MPB, formada por jovens como Tiago Iorc e o duo Anavitória

"Essa nova MPB, como chamam, nada mais é do que a antiga MPB com novas influências. Acho que a minha música é quase pop. Anavitoria começou com uma MPB misturada ao sertanejo, por exemplo, e depois elas começaram a abraçar ainda mais influências. Com o tempo, eu fui saindo da voz e violão e ficando mais pop", conta a artista. ​

Sua primeira canção autoral "Baby, Essa Não É Pra Você" superou rapidamente mais de 50 mil visualizações no YouTube. No Spotify, a faixa já foi executada quase 300 mil vezes, e ela ganhou 88 mil ouvintes mensais entre agosto e meados de outubro-- fiéis a sua música.  Aos poucos, Clara vai lançar novas canções autorais até que tenha material suficiente para o seu primeiro EP.  

 
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias