Música

Sarah Sheeva critica 'Vai Malandra' e Anitta rebate com ironia


A pastora Sarah Sheeva e a cantora Anitta
A pastora Sarah Sheeva e a cantora Anitta


 

A pastora Sarah Sheeva, 44, postou um vídeo em suas redes sociais dizendo que não era uma mulher "malandra", fazendo críticas a exposição do corpo feminino no clipe de "Vai Malandra", de Anitta.

"Não sou malandra, sou uma princesa. Não sou uma mulher que quer exibir meu corpo para todos os homens me cobiçarem, me desejarem sexualmente. Não. Sou uma mulher que entendeu que o corpo é para o homem que me escolher", diz Sheeva em vídeo postado no dia 21 de dezembro.

A mensagem foi respondida por Anitta com ironia em seu Insta Stories (ferramenta de compartilhamento de imagens que desaparecem depois de 24 horas). Em uma conversa com o marido, Thiago Magalhães, a cantora pergunta se é "malandra ou princesa".

O empresário respondeu: "Os dois. Malandra quando tem que ser malandra e princesa quando tem que ser princesa".

LEIA MAIS

Rafael Cortez deixa 'Video Show' a partir de janeiro e diz que quer se dedicar ao humor

Após o fim do 'Pânico', humorista Carioca deverá continuar na Band


A pastora também comentou sobre guardar o corpo e os prazeres carnais para o casamento, fazendo alusão a abstinência sexual, prática da qual Sheeva é uma das grandes defensoras

"Esse corpo que eu recebi de Deus, esse presente que é o meu corpo, é só para esse homem, exclusivo para ele. Não é para todos os olhares, não é para todos sentirem prazer, é só para um homem sentir prazer", disse ela. No Facebook, o vídeo de Sheeva ultrapassa 1,3 milhões de visualizações e 24 mil curtidas.

Em novembro de 2016 Sarah Sheeva voltou a mídia depois de uma declaração polêmica afirmando que estava há dez anos sem "aquilo maravilhoso". A prática de abstinência sexual foi adotada pela pastora, que também criou um curso para "deixar de ser cachorra"

"É uma luta, gente!", disse a pastora em entrevista ao programa "Sensacional" (Rede TV!). "Aquilo maravilhoso não é o homem pelado, é a relação sexual, por que? É maravilhoso, Deus que criou, não é porque eu não tenho vida sexual ativa que eu não vou dizer a verdade". 

Na década de 1990, a filha de Pepeu Gomes e Baby do Brasil era backing vocal da banda dos pais. Em 1997 formou o grupo musical SNZ ao lado das irmãs Nãna  Shara e Zabelê. Hoje, Sheeva se distanciou da música pop e segue carreira como cantora gospel e pastora. 


Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem