Multitela

Estreia primeira série coproduzida pelo New York Times

Confira os destaques da programação desta quinta (29)

Lisa Sanders em "Diagnóstico", da Netflix
Lisa Sanders em "Diagnóstico", da Netflix - IMDb
Tony Goes
São Paulo

Apesar dos avanços, a medicina até hoje tem dificuldades para identificar a causa de alguns sintomas misteriosos. Este é o assunto da coluna que a dra. Lisa Sanders assina há 17 na The New York Times Magazine, e também o desta série – a primeira coproduzida pelo jornal. Cada um dos sete episódios foca em um paciente diferente, e em como pessoas espalhadas pelo mundo inteiro, conectadas pelas redes sociais, ajudaram a chegar em um diagnóstico.

Netflix, 12 anos


Séries de Fernanda Young

O serviço disponibiliza na íntegra algumas das séries escritas por Fernanda Young (1970-2019) em parceria com o marido, Alexandre Machado: “Os Normais”, “Macho Man”, “Como Aproveitar o Fim do Mundo”, “O Dentista Mascarado”, “Vade Retro” e “Shippados”.

Globoplay, 14 anos


Especial Arte 1

Autora de “Memórias da Plantação”, o livro mais vendido na Flip de 2019, a portuguesa Grada Kilomba também é artista plástica. Na estreia da segunda temporada do programa, ela é entrevistada na abertura de sua exposição na Pinacoteca de São Paulo.

Arte1, 23h30, livre


The Good Doctor

A série médica estrelada por Freddie Higmore (“Bates Motel”) virou um coringa para elevar a audiência das empresas do grupo Globo. Depois de disponibilizada na plataforma Globoplay e exibida pelo canal pago GNT, o programa finalmente estreia na TV aberta.

Globo, 23h40, 12 anos


Sonhos de um Sedutor

Em uma de suas primeiras comédias, Woody Allen faz um crítico de cinema obcecado por “Casablanca”. Recém-divorciado, ele não consegue arrumar namorada. Até que, em sua cabeça, começa a ouvir conselhos de ninguém menos que Humphrey Bogart. 

Telecine Cult, 22h, 12 anos

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem