Multitela

Netflix investe como nunca em novas séries de terror horripilantes

Confira destaques da programação desta quinta-feira (18)

"A Maldição da Residência Hill" (18 anos)
"A Maldição da Residência Hill" (18 anos) - Steve Dietl/Netflix

Tony Goes
São Paulo

Nunca se produziu tanto conteúdo de terror para o cinema ou a TV. E a Netflix aderiu à moda. A plataforma acaba de lançar a série “A Maldição da Residência Hill”, cuja trama é centrada em cinco irmãos que cresceram em uma casa mal-assombrada —na idade adulta, a mais nova se suicida. Mais leve é “A Bizarra Confeitaria de Christine McConnell”, programa que ensina a fazer doces com toque assustador.

Netflix, 18 e 12 anos


Why Slavery?

Junto com outras 70 emissoras do mundo todo, a TV Escola passa a transmitir esta série em seis episódios sobre modernas formas de escravidão, ainda em atividade em vários lugares do planeta. Na estreia, a história de uma empregada doméstica do Quênia que foi escravizada no Oriente Médio.

TV Escola, 22h, livre


Nasi Noite Adentro

O vocalista do "Ira!" conversa com a atriz e diretora Helena Ignez. Ela fala da briga entre os cineastas Rogério Sganzerla (de quem é viúva) e Glauber Rocha, e revela detalhes de seu filme “A Moça do Calendário”, ainda em cartaz.

Canal Brasil, 0h, 14 anos


Em Defesa de Cristo

Um jornalista ateu tenta provar a inexistência de Deus depois que sua esposa se converte ao cristianismo. Faye Dunaway (que levou um Oscar por “Rede de Intrigas”) participa do elenco desse filme religioso, dos mesmos produtores de “Deus Não Está Morto”.

Telecine Premium, 22h, 12 anos


Cuba, o Último Refúgio

Essa nova série percorre Cuba de uma ponta à outra, com Karol Knopf mostrando as belezas da ilha e praticando esportes como mergulho e stand-up paddle (pranchão com remo). Na estreia, ela conhece em Havana o guia Roberto Ordaz, com quem vai para a laguna del Tesoro.

Off, 22h, livre

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem