Fofices

Ricky Martin e Jwan Yosef anunciam a chegada do quarto filho

O casal já é pai de dois meninos gêmeos e de uma menina

O cantor Ricky Martin com um de seus filhos no evento do Grammy em Los Angeles
O cantor Ricky Martin com um de seus filhos no evento do Grammy em Los Angeles - Jon Kopaloff-10.fev.2019/AFP
São Paulo

O cantor porto-riquenho Ricky Martin, 47, e seu marido, o sírio Jwan Yosef, 35, anunciaram nesta terça-feira (29) o nascimento do quarto filho: Renn Martin-Yosef. Casados desde 2018, eles são pais dos gêmeos, Valentino e Matteo, 11, e de Lucia, que se juntou à família na véspera do Ano-Novo.

Martin compartilhou a notícia em seu perfil no Instagram ao publicar uma foto com o bebê no colo. Apesar de estarem com as cabeças cortadas na imagem, o casal aparece sorrindo. "Nosso filho Renn Martin-Yosef nasceu", escreveu o cantor na legenda da foto. 

A novidade da chegada de mais um integrante à família aconteceu durante discurso de Ricky Martin ao receber o prêmio de Visibilidade Nacional da Human Rights Campaign, entidade que promove direitos de pessoas LGBT nos Estados Unidos. ​

"Minha família está aqui. Jwan, eu não te vejo, mas meu marido Jwan, eu te amo. Meus lindos gêmeos, Valentino e Matteo, eles também estão aqui. Eu te amo de todo o coração, você é minha força, você me inspira todo dia, você me motiva a continuar fazendo o que estou fazendo, e vocês são crianças incríveis", disse o cantor. 

"Vocês são incríveis. Eu amo você. Lucia, minha filhinha que não está aqui conosco, ficou em casa com a vovó, mas também é a luz da minha vida. E, a propósito, tenho que anunciar que estamos grávidos. Estamos esperando!", revelou Martin, que foi aplaudido pelo público. "Tudo bem! Eu amo grandes famílias."

Em 2008,  o artista surpreendeu com a notícia de que tinha se tornado pai de gêmeos. Os meninos foram gerados por uma barriga de aluguel, pouco mais de um ano antes de o cantor publicar em seu site oficial um comunicado falando que é gay.

Em junho de 2018, Ricky Martin provocou polêmica ao afirmar que gostaria os filhos fossem gays. “É uma coisa muito especial. O jeito que eu vejo as coisas agora que não tenho que esconder... Eu vejo cores. Eu entendo porque o símbolo é um arco-íris. Isso é real. Isso me faz uma pessoa mais forte”, afirmou.

A declaração sobre a sexualidade dos filhos foi feita no programa Popcorn com Peter Travers, do canal americano ABC, e provocou elogios e críticas nas redes sociais. “Sem noção”, afirmou uma internauta no Twitter. “Que coisa estúpida para se desejar”, disse outra. Mas também teve posts de apoio: “Normal, eu também quero!”, disse uma fã. 

Ricky Martin também falou sobre como foi assumir a homossexualidade. “Eu queria fazer de novo. É incrível. Aquele momento em que escrevi aquela carta, postei no Twitter e apertei ‘send’. O sentimento de libertação foi tão poderoso. “Depois, as pessoas vinham agradecer: ‘Por sua causa, agora eu entendo meu pai, minha irmã’, diziam."

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Mais lidas