SPFW

Deborah Secco mostra o novo cabelo na SPFW e diz ficar mais relaxada na passarela que em cena

Atriz passou por corte de cabelo radical em cena de 'Segundo Sol'

Deborah Secco
Deborah Secco durante desfile da grife Torinno no segundo dia da SPFW - Zanone Fraissat/Folhapress

Karina Matias
São Paulo

Nos palcos e na TV desde pequena, Deborah Secco, 38, acumula 31 anos de experiência em sua carreira de atriz. Mas isso não quer dizer que não haja mais nervosismos ou inseguranças antes de entrar em cenas. “Eu fico tensa sempre”, afirmou ela nesta segunda-feira (22). 

“Rezo antes todos os dias. Hoje mesmo gravei uma cena bem difícil e estava nervosíssima. E é assim sempre. E quando não gosto do resultado, peço para fazer de novo, choro, imploro de joelhos para o diretor me deixar fazer de novo”, revelou Secco logo após desfilar para a marca Torinno, na São Paulo Fashion Week. 

Nas passarelas, no entanto, a sensação muda um pouco, e Deborah admite ficar bem mais relaxada. “Aqui não é o meu trabalho, posso dar uma titubeada, porque todo o mundo sabe que eu não sou modelo, eu estou aqui fazendo uma aparição especial, ninguém espera que eu seja a Gisele Bündchen”, brinca ela. 

Deborah também falou sobre o novo visual, que assumiu por conta de sua personagem Karola, em “Segundo Sol” (Globo). O corte radical, que levou a atriz a adotar o estilo “joãozinho”, aconteceu diante das câmeras no capítulo que foi ao ar no último sábado (20), e acabou inspirado na modelo Stefanie Medeiros. 

“Quando eu soube que teria de cortar o cabelo para a novela, me deparei com uma foto dela [Medeiros] no Instagram e fiquei fascinada. Eu falei: eu quero o cabelo dessa menina”. A atriz também disse que fez a cena do corte muito eufórica, mas muito feliz por ter a oportunidade de fazer essa transformação na frente do público. 

“A Karola é uma das personagens mais difíceis que eu já fiz, ela é muito diferente de mim. Ela é muito dramática, exagerada, histérica. Já eu sou minimalista, nunca grito, sou extremamente banana, meiga. Então, ela exige de mim um esforço muito grande. Falo que estou muito cansada fisicamente, emocionalmente, mas muito feliz.” 

Sem entrar em detalhes, Deborah antecipou que o final de Karola será surpreendente: “Se eu pudesse ter escrito, escreveria algo bem parecido para o fim dela.” 

A atriz comentou, ainda, as maiores transformações físicas que já fez na carreira. Para o filme “Boa Sorte”, por exemplo, ela teve de emagrecer 11 kg, enquanto para o filme “Entrando Numa Roubada”, o desafio foi engordar 18 kg. “Mas desde que eu comecei a atuar, há 31 anos, essa era a minha vontade: ser várias pessoas”, disse. 

“Eu falava para a minha mãe: ‘lmagina quando eu tiver aquele livro com várias caras diferentes de personagens’. E os meus fãs hoje fazem essas montagens com fotos de personagens e é uma emoção muito grande ver que chego aos 40 no ano que vem preenchida de todas essas mulheres que já interpretei ao longo da carreira.” 

Questionada sobre política, a atriz disse que não falaria sobre o assunto. “Infelizmente a gente não está mais no momento apto para falar. Não quero mais incitar violência, por isso, vou ficar calada.”

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem