Estilo

Saiba quem são as 15 candidatas finalistas do Miss Bumbum 2017

Em sua sétima e penúltima edição, o Miss Bumbum adotou um tom mais comportado e apresenta musas de 21 a 32 anos. Elas competem pelo título de bumbum mais bonito do Brasil.

Das 27 candidatas, 15 foram escolhidas pelo público através de votação pela web para participar da final do concurso, que acontece na próxima segunda (6) em São Paulo. A musa com o bumbum mais bonito do Brasil vai estampar a capa de uma revista masculina, além de receber o prêmio em dinheiro. 

De acordo com Cacau Oliver, organizador do evento, a primeira colocada assinará contratos publicitários em torno de R$ 50 mil mais o título de Miss Bumbum. As candidatas que ficarem em segundo e terceiro lugar receberão o título de vice. 

Este ano, o concurso renovou suas regras e definiu que todas as competidoras precisarão ter um bumbum de até 107 centímetros, o que impediu algumas mulheres de participarem. "É uma edição diferente por se tratar da penúltima. Queremos adotar padrões novos e atingir cada vez mais o mercado internacional", disse Cacau Oliver, organizador do concurso.

A vencedora do ano passado foi Erika Canela, que representou a Bahia e se tornou a primeira mulher negra a vencer o concurso. Canela tatuou o rosto do presidente americano Donald Trump para comemorar o título.

Além de Erika Canela, o youtuber Cauê Moura, as modelos Juliana Isen e Jéssica Lopes farão parte do corpo de jurados que inclui ainda jornalistas da área de entretenimento. 

ANDRESSA URACH

O concurso de Miss Bumbum começou em 2011 e se tornou uma das maiores competições de modelos no Brasil. Na primeira edição, a competição Andressa Urach, que foi uma das finalistas.

Contudo, Urach mudou radicalmente o rumo de sua carreira em 2014, quando teve uma infecção causada pela aplicação de hidrogel nas pernas. Até então, ela era famosa por ensaios nus e participações polêmicas em programas de TV como "A Fazenda". 

"Tive náuseas e passei mal por ter que lembrar de alguns momentos", afirmou Urach, em julho passado, a Luciana Gimenez para o "Luciana By Night" (Rede TV!). A modelo disse ainda que tem vergonha do seu passado e que é muito difícil falar sobre ele.

Urach publicou um livro autobiográfico em 2015, "Morri para Viver: Meu Submundo da Fama", que vendeu mais de 500 mil cópias. Frequentadora da igreja Universal, Andressa defende no programa a submissão das mulheres: "A mulher nasceu para servir e dar carinho. Se o marido não gosta de algum comportamento ou roupa, por que eu não vou concordar com ele, se sei que ele quer o melhor para mim?"



Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem
[an error occurred while processing this directive]