Você viu?

'Kim Kardashian brasileira', Miss Bumbum é barrada de concurso por ter grandes medidas

Mariana Soares foi barrada do Miss Bumbum *** ****
Mariana Soares foi barrada do Miss Bumbum - Arquivo Pessoal


Uma modelo teve sua inscrição ao Miss Bumbum 2017 barrada pela organização do evento por causa de três centímetros.

Este ano, o concurso renovou suas regras e definiu que todas as competidoras precisarão ter um bumbum de até 107 centímetros, o que impediu algumas mulheres de participarem.

Mariana Soares, 34, é uma delas. Depois que seus 110 centímetros foram proibidos, ela virou notícia internacional e foi comparada a Kim Kardashian e seu famoso bumbum avantajado.

"O bumbum de Kim Kardashian seria muito grande", escreveu o britânico "Daily Mail". Já o "The Sun" apontou que a socialite seria "banida" pelas novas regras.

"Eu me propus a treinar para diminuir a medida, porque daria tempo, mas não aceitaram. Eu respeito a regra, mas fiquei triste", contou Mariana ao "F5".

"Eu acho que o bumbum da brasileira tem, em média, entre 105 e 110 centímetros. O concurso foi feito para mostrar o bumbum da brasileira, poxa", lamenta.

De acordo com Cacau Oliver, organizador do concurso, as novas regras surgiram para deixar o evento mais comportado. "A gente deu essa cara nova porque a questão do apelo sexual nos atrapalha em patrocínio e em outros projetos", diz.

No ano passado, Cacau foi sondado por uma emissora americana para um documentário contando a história do Miss Bumbum. Mas um dos impeditivos para fechar acordo foi a conotação sexual da competição.

"O exagerado dá um tom muito sexual", justifica o empresário quanto ao novo limite de medida para os bumbuns participantes.

O Miss Bumbum está em sua penúltima edição. Criado em 2011, o concurso seleciona uma mulher para representar cada estado brasileiro e elas devem disputar o título de bumbum mais bonito do Brasil entre si.

Andressa Urach foi uma das finalistas da primeira edição do concurso e, desde então, não deixou mais os holofotes.


Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem